Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  7.56 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Bacia hidrográfica do Rio Uberabinha: a disponibilidade de água e uso do solo sob a perspectiva da educação ambiental
Autor:  
  Maria Beatriz Junqueira Bernardes   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFU/GEOGRAFIA
Área Conhecimento  
  GEOGRAFIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  576
Resumo  
  Esta pesquisa teve suas razões motivadas pela importância que a água ocupa na vida dos animais e dos vegetais. O objetivo central foi estudar a disponibilidade de água da bacia do rio Uberabinha para o abastecimento público de Uberlândia; a partir da evolução histórica do uso do solo e da distribuição anual de chuvas. O município de Uberlândia está localizado na porção sudoeste do estado de Minas Gerais na Mesorregião do Triângulo Mineiro. Para a consecução do trabalho; primeiramente; fez-se o levantamento bibliográfico sobre o tema água; o passo seguinte foi conhecer a área em estudo; realizou-se; então; um trabalho de campo preliminar na bacia; percorrendo-se todo o seu perímetro com o apoio de um receptor de GPS e das cartas topográficas. Posteriormente; coletou-se material referente à vazão do rio Uberabinha a montante da captação de água para o abastecimento público da cidade e aos índices pluviométricos na escala temporal de 1976-2004. Analisou-se o comportamento das vazões em cada um dos anos e os respectivos índices pluviométricos. Em outro momento; foram examinadas as médias das vazões nos meses de estiagem de maio a setembro com as médias dos índices no mesmo período para entender o comportamento das vazões. Para cumprir os objetivos propostos utilizaram-se os mapas de uso de 1964; 1979; 1994 e 2004 e a tabulação de suas respectivas categorias. No decorrer do processo; foi possível constatar que o solo da bacia em estudo é intensamente utilizado; com práticas consideradas prejudiciais ao meio ambiente; entendido na sua dimensão sócio-histórica e também ética que perpassa pelo universo científico; técnico; socioeconômico e político. Foi necessário; portanto; contextualizar a educação ambiental a fim de incentivar mudanças nas práticas cotidianas; uma vez que o propósito dessa pesquisa foi averiguar se o uso do solo na bacia estava comprometendo o abastecimento de água para a cidade.
     
    Baixar arquivo