Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2,70 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Acordo MEC/USAID: a comissão do livro técnico e do livro didático - COLTED: (1966/1971)
Autor:  
  Maria Luiza De Alcântara Krafzik   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UERJ/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  3.107
Resumo  
  O foco desta investigação é a Comissão do Livro Técnico e do Livro Didático (COLTED), que foi instituída pelo Decreto n° 59.355, em 4 de outubro de 1966. Em 6 de janeiro de 1967, foi firmado o convênio entre o Ministério de Educação e Cultura, o Sindicato Nacional dos Editores de Livros e a Agência Norte Americana para o Desenvolvimento Internacional (MEC/SNEL/USAID), com o objetivo de disponibilizar cerca de 51 milhões de livros aos estudantes, num período de três anos, em todo o território nacional. O programa da COLTED compreendia a distribuição de livros às bibliotecas escolares em seus três níveis de ensino: o primário, o secundário e o superior. No nível secundário, o Programa, atendia às escolas normal, comercial, agrícola, industrial, como também instituições militares, entre outras. A COLTED, além de livros, previa cursos de treinamento para professores e bolsas de estudo, no exterior e no país, para professores e técnicos nas diversas atividades profissionais da indústria editorial. A investigação do Programa de Bibliotecas da COTED foi realizada tomando como referência o contexto histórico, a partir de estudos sobre a Guerra Fria. Ademais, discute a educação brasileira no período do regime militar. A análise é realizada a partir dos seguintes eixos: dependência dos países subdesenvolvidos, transferência educacional e controle político e ideológico da educação escolar, além da relação com a teoria do “capital humano”. Outro aspecto a ser considerado no estudo se refere ao fato de o programa da COLTED ter sido uma dos responsáveis pelo impulso significativo do mercado editorial brasileiro. A investigação buscou identificar, por meio de documentos e relatos, as posições convergentes e divergentes sobre o Programa. Entende-se relevante estudar acordos em diferentes níveis de ensino na educação brasileira com as agências internacionais, no período em que os norte-americanos estiveram à frente da reformulação do sistema educacional, com a ressonância do setor interno. Supõe-se que esta investigação venha a contribuir para as análises referentes ao desenvolvimento da história do livro técnico e didático na educação brasileira.
     
    Baixar arquivo