Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  3.51 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  A teoria sociológica de Pierre Bourdieu na produção discente dos Programas de Pós-Graduação em Educação no Brasil (1965-2004)
Autor:  
  Cristina Carta Cardoso de Medeiros   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFPR/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  870
Resumo  
  O presente trabalho objetivou investigar a presença da teoria sociológica de Pierre Bourdieu na produção discente dos Programas de Pós-Graduação em Educação no Brasil de 1965 a 2004, inserindo-se no conjunto de pesquisas que se propõem a estabelecer o estado da arte ou o estado do conhecimento em Educação, especificamente quanto às contribuições desse autor para as análises no campo educacional. Para sua efetivação, desenvolveram-se três etapas. Na primeira, realizou-se o recenseamento e o estudo de textos do sociólogo francês, nos quais a Educação é o tema em questão, com ênfase na elaboração progressiva de seus conceitos e pressupostos teórico-metodológicos ao longo de sua trajetória intelectual, deixados como herança em uma obra aberta que explicita um pensamento em movimento não-linear e reflexivo. Na segunda etapa da pesquisa, a fim de obter dados sobre esta apropriação nos PPGEs no Brasil, localizaram-se, em duas bases de dados (ANPED e CAPES), os resumos das teses e dissertações com referência a Bourdieu e/ou a seus conceitos, analisando-os quantitativa e qualitativamente a partir de vários elementos que permitiram estabelecer um quadro geral descritivo das investigações realizadas e categorizar os Programas de Pós- Graduação em Educação, identificando centros produtores de trabalhos que se utilizam desse quadro teórico de análise para a construção das produções discentes. Nesses programas, a partir do contato com professores-orientadores, procedeu-se à coleta de dados para a terceira etapa da investigação, a saber, a seleção de trabalhos (teses e dissertações) que foram lidos na íntegra, utilizando como metodologia para tal exame a análise de conteúdo. A partir de dois pólos de inferência, o emissor da mensagem, e a mensagem propriamente dita, localizados em seu campo produção, o campo científico educacional, procurou-se desvelar a formação das disposições ou habitus científico do emissor da mensagem, bem como seu investimento na apropriação e produção de conhecimento a partir da teoria sociológica de Bourdieu, como capital científico. Finalmente, a partir da premissa de não estabelecer um formato único de apropriação como desejável, verificaram-se as potencialidades da aplicação do quadro teórico de análise de Pierre Bourdieu em objetos de pesquisa privilegiados, tais como práticas docentes, práticas escolares ou trajetórias escolares, e sua contribuição para explicar o que acontece no campo educacional. Revelou-se no campo científico educacional, a partir dos centros produtores, uma rede de relações responsável pela realização de determinado processo de ensino-aprendizagem da leitura e apropriação de Bourdieu, gerando impacto no campo da produção científica. Outro fator relevante na apropriação de Pierre Bourdieu está no movimento de renovado interesse nesse sociólogo francês, com recentes publicações de e sobre o autor, bem como a evidência de um número significativo de teses e dissertações defendidas nos últimos anos com esse referencial teórico, dados complementares que apontam a dinamicidade do tema desta pesquisa e recomendam sua continuidade.
     
    Baixar arquivo