Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  556.67 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Urbanidades da natureza: os esportes e a cidade do Rio de Janeiro
Autor:  
  Cleber Augusto Goncalves Dias   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFRJ/HISTÓRIA COMPARADA
Área Conhecimento  
  HISTÓRIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  97
Resumo  
  Esta dissertação teve como objetivo empreender uma comparação entre o desenvolvimento histórico de duas modalidades de esportes na natureza – a saber; o surfe e o montanhismo – e a evolução urbanística da cidade do Rio de Janeiro. A idéia central é que uma comparação entre diferentes aspectos da constituição de uma cidade; tais como são sua geografia e seus esportes; pode nos conduzir a um ponto privilegiado de observação do fenômeno urbano. A cidade; nesse caso; é compreendida para além do espaço meramente físico sem; contudo; desconsiderá-lo. Sua definição; nesses termos; tende a compreender; além da sua própria materialidade; formas de uso e de apropriação; bem como o processo de produção de estilos de vida. Articulações dessa ordem nos permitem construir alguns nexos explicativos mais gerais. Em outras palavras; o olhar simultâneo para a cidade e suas práticas; traz à tona algumas aproximações simbólicas entre essas duas esferas sociais. Tais aproximações ou afinidades; dizem respeito a alguns aspectos macrosociológicos do período a que se refere este estudo; nomeadamente; as décadas de 1960 e 1970. Nota-se; por exemplo; a predominância de um recorte de classe muito particular. De acordo com as transformações político-econômicas daquela época; cujo resultado foi a concentração de renda e o fortalecimento das classes médias; vê-se a cidade se desenvolver em função dos desejos desse estrato. No esporte; do mesmo modo; aparecem novos simbolismos capazes de de pôr em prática essa nova estrutura de necessidades; marcadas pelo desejo de exibição de um novo-riquismo. Do mesmo modo; vê-se tanto a cidade quanto o esporte expressando uma crescente valorização pelo novo; pelo tecnologicamente mais avançado. Ter-se-a ainda uma certa inclinação a incorporação de padrões de socialidade tipicamente norteamericanos. A exemplo das outras afinidades; trata-se de algo que vai se manifetar tanto na cidade quanto nos esportes. No primeiro; através de planificações urbanas funcionalistas que privilegiam o uso do automóvel; as vias expressas; um certo isolamento e a presença de áreas verdes; bem ao estilo dos subúrbios estadunidense. No segundo; com novos esportes; como o surfe. Quarta aproximação pode-se notar na exaltação de uma nova sensibilidade ecológica; que induz a criação de bairros sob matrizes urbanísticas comprometidas com a preservação; tal como a Barra da Tijuca; ou a prática de esportes que acontecem em ambientes naturais; tais como surfe e montanhismo. Por último; a articulação desses elementos que; juntos; se tornarão sinônimo de modernidade e sofisticação dos costumes. As fontes para essa pesquisa foram jornais e revistas da época e; no caso dos esportes; entrevistas com esportistas envolvidos com tais práticas àquela época e documentos dos clubes de montanhismo.
     
    Baixar arquivo