Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  10.38 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Veredas de um grande sertão: a guerra do contestado e a modernização do exército brasileiro
Autor:  
  Rogério Rosa Rodrigues   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFRJ/HISTÓRIA SOCIAL
Área Conhecimento  
  HISTÓRIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  560
Resumo  
  A Guerra do Contestado (1912-1916) ocorreu num momento de profundas transformações no país e no Exército. Em termos políticos o Brasil tentava; por meio dos seus intelectuais; estabelecer uma idéia de nação articulada com o regime republicano. Os oficiais militares; por sua vez; desenvolviam uma campanha de modernização e profissionalização dos quadros que reinvidicava a renovação da sua doutrina e da tecnologia bélica; a implementação da lei que estabelecia o sorteio militar universal para ingresso nas forças armadas e a reorganização da força de terra do país. Convidado a intervir oficialmente no movimento rebelde ocorrido na fronteira do Paraná com Santa Catarina; o Exército promoveu uma ação de guerra contra os fiéis de São Sebastião e de João Maria e fez de sua atuação no campo de batalha uma vritrina para os ideais modernizadores que propunha. Em meio à instabilidade política e social vivida no Brasil e na instituição militar durante a década de 1910; os oficiais se empenharam para tornar a intervenção beligerante no Contestado uma forma de incluir a história do Exército no repertório da históriapolítica republicana em formação no início do século XX.
     
    Baixar arquivo