Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2.80 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Escrita criativa em sala de aula do EJA: efeitos sobre a produção textual dos alunos
Autor:  
  Cristiane dos Santos Azevedo   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFPEL/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  129
Resumo  
  O objetivo dessa pesquisa é descrever e analisar as modificações observadas em produções textuais de alunos do EJA submetidos a um exercício constante de escrita criativa. Dessa forma; estudamos o processo de aquisição da escrita em quatro informantes adultos; a fim de verificarmos se há indícios da passagem; em seus textos; do que Kato (1986) denomina de escrita1; ou seja; de uma escrita próxima da oralidade para a escrita 2; que vai distanciar-se da fala por estar mais próxima do padrão escrito da língua portuguesa. Os informantes possuíam um histórico de repetências múltiplas e evasão escolar; tinham idade entre 16 e 33 anos; eram trabalhadores e estudavam no turno noturno de uma escola pública municipal em Pelotas; RS; (2005). Eles cursavam a 5ª/6ª série do ensino fundamental e faziam parte do Projeto de aceleração de estudos para jovens e adultos (EJA); promovido pela Secretaria Municipal de Educação de Pelotas (SME). Ao todo coletamos 51 textos produzidos pelos informantes; os quais apresentavam problemas em relação a aspectos gramaticais e estruturais e; os analisamos a partir de três categorias: presença de marcas de oralidade na escrita; utilização de elementos de coesão referencial nos textos produzidos e existência de estrutura narrativa nas produções analisadas. Os resultados mostraram em relação à Categoria 1 que; muito embora; as marcas de oralidade nos textos analisados não tenham sofrido uma diminuição significativa; a explicitação de aspectos teóricos recorrentes nos textos auxiliou os informantes; pois eles passaram a refletir sobre os erros cometidos. Em relação à Categoria 2 constatamos que os informantes modificaram a forma de utilização dos elementos de coesão referencial em seus textos; mesmo sem haver explicitação teórica desses; e que isso ocorreu de forma mais expressiva após terem sido expostos às aulas de leitura sistemáticas em sala de aula. Finalmente; em relação à Categoria 3 verificamos que os informantes apresentaram indícios de aquisição da estrutura narrativa em seus textos e que isso ocorreu; no geral; a partir da quinta e sexta oficina de escrita criativa que aplicamos (num total de seis). As constatações acima indicam que os informantes apresentaram; ao final de processo descrito e analisado; indícios da presença de uma escrita2 nos textos produzidos; ainda que de forma parcial; reforçando a necessidade de uma continuidade dessas práticas para que os resultados se efetivem. Por fim; esta pesquisa mostrou-se relevante; porque explicita a necessidade de uma prática docente voltada; nas aulas de língua portuguesa; para os três campos aqui analisados: a escrita; a leitura e a explicitação teórica de aspectos gramaticais; entendendo-os como complementares e necessários ao integral desenvolvimento lingüístico do educando.
     
    Baixar arquivo