Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  536.84 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Formação inicial de professores de Matemática: como se (des)articulam as disciplinas de formação pedagógica e as de formação específica?
Autor:  
  Paula Regina Gomes Xavier   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFPEL/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  3,968
Resumo  
  O presente trabalho teve como foco a formação inicial de professores de matemática. O objetivo central foi compreender a formação dos professores de matemática da Universidade Federal de Pelotas; a partir da implantação do novo currículo e; mais objetivamente; compreender como se (des)articulam as disciplinas do campo específico e pedagógico. A escolha do “objeto de pesquisa” decorreu de um trabalho anteriormente realizado; no qual foram acompanhadas as discussões na disciplina de Trabalho de Campo II e Prática de ensino II; com um grupo de formandos da licenciatura em matemática. Naquela ocasião já percebiamos o quanto as disciplinas de formação específica e pedagógica eram desarticuladas e acabavam por comprometer a própria formação dos alunos. Para a realização do estudo percorremos um caminho metodológico que envolveu a leitura de documentos oficiais; Diretrizes Curriculares para Formação de Professores e Projeto Pedagógico da Licenciatura em Matemática e a realização de entrevistas semi estruturadas com uma amostra de cinco (5) professores recém formados. O critério de escolha desses sujeitos foi o de terem cursado a disciplina do trabalho mencionado anteriormente. Procuramos também; identificar pesquisas sobre a formação de professores em geral; e de matemática em especial; e dentre elas cito os estudos de Fiorentini (2003; 2005); D’Ambrósio 1996; 2005); Cunha (1998; 2001; 2005) Pimenta (1999; 2002); Silva (2006) como importantes aportes no cotejamento dos dados obtidos. A análise dos dados procurou compreender: a) a concepção sobre ser professor que têm os alunos quando ingressam no Curso de Licenciatura e a concepção que constroem durante a formação; b) como eles perceberam a articulação das disciplinas de formação pedagógica e as da formação específica; c) se eles reconhecem as discussões feitas nas diversas disciplinas como um momento importante e necessário para sua futura atuação como professor. Os resultados apontaram que a articulação entre as disciplinas de formação pedagógica e as de formação específica é incipiente e não provoca os futuros professores a pensar em práticas pedagógicas que tenham o aluno 6 como partícipe do processo de construção do conhecimento; tampouco provoca reflexões acerca da identidade profissional do professor de matemática. Foi possível perceber também; através das respostas dos alunos; que o currículo da Licenciatura em Matemática não está bem entendido entre os professores do Curso tendo em vista; ainda; a forte presença da racionalidade técnica nessa área do conhecimento; tendo como conseqüência a concepção; quase predominante; de que “saber” o conteúdo específico garante uma “aula de qualidade”.
     
    Baixar arquivo