Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  960.59 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  A contribuição política e pedagógica do Programa Integrar para os rumos da Educação Profissional
Autor:  
  Docimar Querubin   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFRGS/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  873
Resumo  
  Esta dissertação de mestrado tem como objetivo analisar a trajetória do Programa Integrar dos Metalúrgicos da CUT e as contribuições que o referido programa deu ao debate da educação profissional no Brasil. Para isso; procurei sistematizar alguns aspectos da trajetória que o Integrar construiu em seus 13 anos de existência. O Programa Integrar foi criado em 1995 a partir de duas experiências desenvolvidas pelos metalúrgicos de formação em reestruturação produtiva e ação sindical. A partir desses dois cursos e de uma pesquisa realizada no Largo 13 de Maio em São Paulo; a Confederação Nacional dos Metalúrgicos – CNM/CUT vê-se diante do desafio de pensar e organizar um processo de educação para trabalhadores desempregados que rompesse com a lógica dos programas que tradicionalmente vinham sendo executados; seja por entidades empresariais; seja por entidades públicas; mas que na maioria das vezes estava distante da educação desejada aos trabalhadores. O estudo parte de uma análise da reestruturação produtiva vivenciada no Brasil; principalmente nos anos de 1990; e procura apontar alguns elementos de analise da ação sindical frente a essa nova conjuntura e as ações pensadas e organizadas no âmbito dos metalúrgicos da CUT no sentido de enfrentar o período marcado principalmente pelo crescimento no nível de desemprego dos trabalhadores. Para isso o estudo buscou aprofundar; a partir de autores da sociologia do trabalho e da educação dos trabalhadores e dos documentos sistematizados pelo Integrar ao longo de seus 13 anos. As configurações do Sistema Público de Emprego organizado no Brasil e a criação do Fundo de Amparo ao Trabalhador; serviram como pano de fundo para que os metalúrgicos da CUT ousassem e desenvolvessem um programa que foi capaz de construir; após o regime militar (pós 64) experiência exitósa sobre a educação profissional. Os resultados dessa experiência geraram no âmbito do movimento sindical e da sociedade a perspectiva de que é possível construir projetos de educação dos trabalhadores na ótica do trabalho.
     
    Baixar arquivo