Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2.57 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Caracterização dos alunos do ensino fundamental municipal de Araraquara encaminhados ao programa de educação especial identificados com necessidades educacionais especiais
Autor:  
  Nilza Renata de Medeiros   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNESP/ARAR/EDUCAÇÃO ESCOLAR
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  396
Resumo  
  Este trabalho teve por objetivo caracterizar os alunos do ensino fundamental que; no ano de 2004; foram encaminhados por seus professores para avaliação com suspeita de Necessidades Educacionais Especiais (NEE) ao Programa de Educação Especial (PEE) da rede municipal de ensino de Araraquara; bem como verificar os identificados com NEE por esse programa através das fichas de observação que continham as principais queixas dos professores; além de averiguar suas situações escolares no ano de 2007. Utilizou-se a abordagem qualitativa e os dados coletados por meio de análise documental. Foram estudados 121 prontuários de alunos encaminhados por seus professores; ao PEE e verificou-se que desses; 59 foram identificados com NEE pela equipe desse programa. Ao analisar as queixas livres dos professores; foram encontrados diferentes tipos de dificuldades que segundo os professores; impedem que a aprendizagem ocorra normalmente. Esses dados foram organizados em quatro categorias assim dispostas: - dificuldades de aprendizagem de leitura e escrita seguida de três subcategorias; - comunicação e linguagem; - agitação excessiva e – queixas indefinidas. Na etapa seguinte; foram realizadas avaliações pela equipe do PEE; que mostraram os seguintes resultados: 59 avaliações pedagógicas; 8 fonoaudiológicas e 35 psicológicas; bem como os devidos encaminhamentos para a área da saúde: neurologia; oftalmologia; otorrinolaringologia; ortoptista; terapia ocupacional e geneticista. Em relação à área educacional; 45 alunos receberam atendimento do serviço de ensino itinerante; 10 do reforço escolar com orientações dos profissionais da equipe do PEE e 4 foram para a classe especial para deficiente mental. Desses 59 alunos; no ano de 2007; 30 continuavam sendo acompanhados pelo serviço do ensino itinerante; 2 pelo reforço escolar. Os 4 alunos que freqüentavam a classe especial retornaram ao ensino regular e estavam sendo acompanhados pelo serviço de ensino itinerante; os demais; no decorrer desses três anos; transferiram-se de cidade ou de escola. Esse trabalho mostrou a importância da contribuição do professor de educação especial; para o processo de inclusão escolar dos alunos considerados com NEE.
     
    Baixar arquivo