Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  746,29 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Faroeste caboclo: literatura, cordel e rock and roll
Autor:  
  Carlos Rogério Duarte Barreiros   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UPM/LETRAS
Área Conhecimento  
  LETRAS
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  5.679
Resumo  
  Na canção Faroeste Caboclo; da banda Legião Urbana; é possível observar uma combinação singular de elementos da literatura brasileira culta; da literatura popular em versos – a literatura de cordel – e da indústria cultural. Esse cruzamento de diferentes sistemas culturais permite observar; de um lado; a filiação dessa composição à tradição da canção popular brasileira e; de outro; sua inserção na lógica de mercado da indústria fonográfica do rock; sempre permeável à inovação e à diferença para manter a lucratividade. Neste trabalho; aquela combinação é investigada detalhadamente: analisam-se os pontos de contato entre Faroeste Caboclo e Vidas Secas; de Graciliano Ramos; A hora da estrela; de Clarice Lispector; os ciclos temáticos do cangaço e do messianismo; da literatura de cordel; e o faroeste norte-americano; a combinação de todos esses elementos culmina na conclusão de que a canção da Legião Urbana foge; em certa medida; à lógica da indústria cultural; embora esteja inserida nela.
     
    Baixar arquivo