Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  9,70 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Seleção e hierarquização de áreas para implementação de aterro sanitário,utilizando geoprocessamento e lógica "fuzzy"
Autor:  
  Luciano de Melo   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFAL/RECURSOS HIDRICOS E SANEAMENTO
Área Conhecimento  
  RECURSOS HÍDRICOS
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  1.058
Resumo  
  Este trabalho tem como principal proposta selecionar e hierarquizar áreas para implantação do aterro sanitário da região metropolitana de Aracaju; apoiando-se em recursos de geoprocessamento e lógica fuzzy. Para início do estudo; fez-se uma abordagem acerca da geração de resíduos sólidos domiciliares e de varrição nos municípios da Grande Aracaju; chegando-se ao tamanho da área necessária para acolher o lixo nos próximos quinze e vinte anos na região. Logo após; foram criadas inicialmente oito macro-áreas de restrição; originadas da abordagem de ordem legal e operacional; que em seguida derivou mais vinte e nove outras novas áreas estudadas com maior detalhamento; resultando em nove; como sendo as de maior aptidão. Após estas áreas serem submetidas a uma análise multicritério; sob condicionantes ambientais; operacionais e antrópicas; aplicou-se a lógica fuzzy; visando transformar valores numéricos em expressões lingüísticas e vice-versa; com o objetivo de pontuar cada área sob o aspecto de vários temas; podendo assim; classificá-las e hierarquizá-las de modo a se denotar as de maior a menor aptidão para a implantação do aterro sanitário da região metropolitana de Aracaju. Por fim; chegou-se a uma classificação final das áreas; quando verificou-se que; apenas critérios técnicos não bastam para se indicar uma área como ideal para a implantação de um aterro sanitário; esta deve ser aceita politicamente; o que não fora considerado nesse trabalho; o qual tem como principal função servir de apoio à decisão; dando suporte aos gestores públicos.
     
    Baixar arquivo