Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  358.79 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Estudo comparativo e ecológico de ectoparasitos branquiais de Cichla kelberi Kullander & Ferreira, 2006 (Perciformes, Cichlidae) dos reservatórios de Itaipu PR e Lajes RJ, Brasil
Autor:  
  Fábio Hideki Yamada   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UEM/ECOLOGIA DE AMBIENTES AQUÁTICOS CONTINENTAIS
Área Conhecimento  
  ECOLOGIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  843
Resumo  
  Analisou-se 80 brânquias de Cichla kelberi; sendo 41 coletadas mensalmente no reservatório de Itaipu entre Fevereiro e Novembro de 2006 e 39 bimestralmente no reservatório de Lajes entre Julho de 2005 e Dezembro de 2006. A finalidade principal foi comparar e avaliar semelhanças e diferenças entre os principais aspectos da ecologia ectoparasitária de C. kelberi pertencentes a duas populações de diferentes bacias hidrográficas. A riqueza parasitária dos peixes do reservatório de Itaipu variou de 1 a 5; enquanto dos peixes do reservatório de Lajes variou de 1 a 3. Ambas as populações de parasitos apresentaram concentração para dominância (C>0;25); sendo Ascocotyle sp. e Sciadicleithrum ergensi os parasitos dominantes nos reservatório de Itaipu e Lajes; respectivamente. A comunidade de parasitos brânquiais de C. kelberi de ambas as localidades apresentaram um típico padrão de superdispersão ou agregação dos sistemas parasitários. Observaram-se associações interespecíficas entre os pares de espécies co-ocorrentes e covariações das abundâncias dos parasitos para os hospedeiros nos dois reservatórios. Os resultados não indicaram diferenças significativas com a prevalência e com a abundância de parasitos entre os hospedeiros machos e fêmeas de ambos os locais. Foram observadas correlações significativas entre o comprimento padrão e a abundância e prevalência de parasitismo e algumas correlações significativas entre o fator de condição relativo (Kn) e a abundância de infestação de alguns parasitos. Apenas S. ergensi parasito dos peixes de Lajes; apresentou correlação positiva significativa entre abundância de parasitismo e a relação hepatossomática (RHS). Foi observada uma variação sazonal nos níveis de abundâncias com os maiores valores registrados no inverno e outono; nos dois locais. Indivíduos imaturos apresentaram níveis de parasitismo significativamente menor para algumas espécies de parasitos. As infracomunidades de parasitos brânquiais demonstaram uma alta similaridade da composição entre as localidades; e apenas os peixes do reservatório de Itaipu apresentaram correlação positiva significativa entre o comprimento padrão e a diversidade.
     
    Baixar arquivo