Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  4,18 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Aplicação de técnicas de geoprocessamento para análise geomorfológica do Parque Estadual do Jalapão (TO) e entorno
Autor:  
  Leonardo Romeiro Mendes   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNB/GEOGRAFIA
Área Conhecimento  
  GEOGRAFIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  1.289
Resumo  
  O Parque Estadual do Jalapão é uma unidade de conservação localizada na porção leste do estado do Tocantins – TO e possui uma formação geomorfológica muito peculiar; caracterizado pela evolução do relevo cuestiforme e estratiforme; que pode ser comprovado pelas várias formações residuais observadas na região. Desta forma; o presente trabalho tem como objetivo estudar a geomorfologia do Parque Estadual do Jalapão (TO) e entorno e definir as suas principais unidades geomorfológicas utilizando-se de técnicas de geoprocessamento. A metodologia foi dividida nas seguintes etapas: (a) processamento digital das imagens SRTM para a obtenção dos dados morfométricos; (b) delimitação das principais bacias hidrográficas; (c) determinação das direções preferenciais das drenagens de cada bacia hidrográfica e dos lineamentos; (d) análise da geomorfologia do Parque Estadual do Jalapão (TO) e; (e) Definição das unidades geomorfológicas do Parque. A reunião dos resultados obtidos mostra a interferência da tectônica no processo de modelagem do relevo. Os produtos gerados mostram que as três principais bacias hidrográficas da região seguem alinhamentos preferenciais N – S e E – W; pois a rede hidrográfica está fortemente correlacionada com os lineamentos estruturais presentes na região. A utilização desta metodologia permitiu demonstrar a possibilidade de captura de afluentes da bacia do São Francisco pela bacia do Tocantins-Araguaia demonstrando que o modelado da região permanece em constante evolução; podendo ser acelerada pelas ações antrópicas.
     
    Baixar arquivo