Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  7.29 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Bases estruturais e termodinâmicas do reconhecimento molecular em DNA, peptídeos e proteínas: modelos de papilomavirus e proteína tirosina fosfatase
Autor:  
  Joana Faber Barata   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFRJ/QUÍMICA BIOLÓGICA
Área Conhecimento  
  BIOQUÍMICA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2207
Acessos:  
  112
Resumo  
  A proteína E2 de papilomavírus é a principal proteína regulatória desse vírus e se liga a uma seqüência consenso ACCg-N4-cGGT no genoma viral. Nesta tese foi testada a habilidade de um peptídeo com 18 aminoácidos correspondente à hélice de reconhecimento ao DNA desse vírus (α-hélice-1) de reconhecer e ligar seqüências de DNA contendo a seqüência consenso. Medidas estequiométricas quantitativas mostram o reconhecimento específico do sítio ACCG do DNA sem a necessidade da proteína inteira. Apesar da capacidade de reconhecimento e ligação ao DNA ser mantida, foi verificado por medidas de dicroísmo circular que o peptídeo encontra-se desenovelado em solução. Este fato é confirmado por simulações de dinâmica molecular que mostram que o peptídeo é parcialmente desenovelado em solução, e que esse desenovelamento é parcialmente reduzido após a formação do complexo com DNA, sugerindo que os contatos entre o peptídeo e o DNA são os principais responsáveis pela manutenção da conformação helicoidal. Esses dados demonstram que a ligação específica não é dependente da conformação da hélice e que uma seqüência de aminoácidos mínima é suficiente para que ocorra o reconhecimento e ligação ao DNA. Ensaios cristalográficos do complexo foram feitos numa tentativa de buscar um maior entendimento dessa ligação. Além disso, nessa tese também foram resolvidas a estrutura de duas proteínas tirosino fosfatases (PTP). A estrutura da PTPσ foi resolvida na presença de um inibidor da enzima. A estrutura inédita da PTP-IA2, uma importante PTP envolvida com diabetes tipo 1, também foi resolvida nessa tese. Juntas, essas duas estruturas contribuem para um aumento no entendimento do funcionamento dessa enzima que pode ser utilizado em trabalhos posteriores para o desenvolvimento de fármacos seletivos para esses alvos biológicos.
     
    Baixar arquivo