Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  826.60 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Papel dos canais de sódio voltagem dependentes no efeito antidepressivo da lamotrigina
Autor:  
  Fábio Triachini Codagnone   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFPR/FARMACOLOGIA
Área Conhecimento  
  FARMACOLOGIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  790
Resumo  
  A lamotrigina é uma droga anticonvulsivante; de amplo espectro; que teve seu uso extendido à psiquiatria. Estudos randomizados; duplo-cegos controlados; com a lamotrigina evidenciam sua eficácia antidepressiva na depressão bipolar; depressão bipolar com ciclagem rápida e transtornos de humor refratários a outros tratamentos. Entretanto; o mecanismo de ação antidepressiva da lamotrigina permanece incerto. A lamotrigina é estruturalmente diferente dos anticonvulsivantes atuais; e acredita-se que sua ação anticonlvulsivante decorra da inibição da liberação de glutamato decorrente do bloqueio dos canais de sódio voltagem-dependentes. No presente estudo foi avaliado o papel dos canais de sódio voltagem-dependentes e da via L-arginina/NO sobre o efeito antidepressivo da lamotrigina no teste de natação forçada modificado (TNF). A veratrina; uma droga ativadora dos canais de sódio; a L-arginina; um substrato da NOS e o nitroprussiato de sódio; um doador de NO; foram utilizados na abordagem farmacológica. Dizolcipna (MK 801); um antagonista não competitivo do receptor NMDA; e nortriptilina; um antidepressivo inibidor seletivo da recaptação de noradrenalina; foram utilizados como padrão para drogas antiglutamatérgicas e como drogas que aumentam o comportamento de escalada no TNF modificado; respectivamente. Carbamazepina foi empregada para estabelecer um padrão para drogas bloqueadoras dos canais de sódio voltagem-dependentes no TNF. A administração prévia da veratrina reverteu o efeito anti-imobilidade da lamotrigina; bem como o aumento do comportamento de natação; por outro lado o aumento do comportamento de escalada induzido pela lamotrigina foi mantido. Enquanto a administração de L-arginina não foi capaz de reverter o efeito anti-imobilidade da lamotrigina; o mesmo não ocorreu com a administração de nitroprussiato que foi útil na reversão do efeito antidepressivo da lamotrigina. Os resultados sugerem que somente o efeito serotonérgico da lamotrigina está associado a sua capacidade de bloquear os canais de sódio voltagem dependentes. Já o 7 - vii - vii aumento da neurotransmissão noradrenérgica eliciada pela lamotrigina parece ser independente do bloqueio dos canais de sódio. Desde que o nitroprussiato alterou o efeito anti-imobilidade da lamotrigina estes resultados; também; sugerem que o efeito antidepressivo da lamotrigina é dependente; em parte; da inibição da síntese liberação de óxido nítrico.
     
    Baixar arquivo