Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  830.45 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Tratamento de esgoto de campus universitário através de unidade integrada UASB + wetlands alternados
Autor:  
  Adalberto Luis Voese   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNISC/TECNOLOGIA AMBIENTAL
Área Conhecimento  
  ENGENHARIA SANITÁRIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  665
Resumo  
  No presente trabalho foi concebida e operada uma unidade piloto para tratamento biológico de efluentes domiciliares integrados por reator “UASB”; seguido de “wetlands” construídos; visando a remoção de matéria orgânica e nutrientes; em especial; nitrogênio amoniacal e nitrato. O sistema piloto buscou caracterizar a eficiência do sistema de tratamento; relacionando-a com a configuração de um protótipo compacto; simplificado e baixo custo operacional. O local dos ensaios foi a ETE do Campus central da UNISC (Universidade de Santa Cruz do Sul). Todos os parâmetros caracterizados foram analisados por meio de uma sonda multiparâmetros IQ Sensor Net da WTW cujo sensor determina “in situ” compostos de carbono e compostos nitrogenados; assim como sólidos totais em suspensão e turbidez; utilizando a espectrometria de luz UV visível. A caracterização demonstrou baixa concentração de DQO (inferior a 400 mg L-1) e altos valores de nitrogênio amoniacal (70-500 mg L-1). Duas espécies de vegetais foram utilizados nos wetlands construídos: capim Napier e Typha sp. Após quatro meses de operação; em regime misto (fluxos ascendente e descente) obteve-se 72% de redução de DQO (UASB + wetland) e 65% de redução de nitrogênio amoniacal. A conversão para nitrogênio nitrato ocorreu principalmente no wetland de fluxo descendente. A Typha sp. mostrou maior adaptação para as variações de temperatura e no wetland de fluxo ascendente (regime alagado). Menores cargas volumétricas são necessárias para adequações dos valores finais de nitrogênio amoniacal e nitrato. No entanto; o reúso dos efluentes finais para fertirrigação também aparece como potencial.
     
    Baixar arquivo