Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  425.23 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Produção mais limpa na gestão do uso das águas em abatedouros de aves no Vale do Taquari-RS
Autor:  
  Said El Moutaqi   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNISC/TECNOLOGIA AMBIENTAL
Área Conhecimento  
  ENGENHARIA SANITÁRIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  600
Resumo  
  Este trabalho propõe estratégias de gestão das águas em frigorífico através de oportunidades de PML considerando as restrições impostas pela legislação brasileira e as preocupações higiênicas existentes numa indústria de alimentos. O trabalho tem como objetivo apresentar alternativas para a minimização do consumo de água e geração de efluentes. O desenvolvimento do trabalho constitui nas etapas que seguem: coleta e análise de documentos; medição de consumo de água e geração de efluentes (balanço hídrico); verificação dos pontos de maior consumo de água; minimização do consumo de água com ênfase nos pontos de maior consumo de água; manutenção do gerenciamento hídrico. A aplicação das propostas metodológicas do gerenciamento hídrico na indústria sugeriu uma redução de 13% do consumo de água. A economia teórica de consumo de água; após aplicados os princípios de minimização e de reúso; de água foi bem visível; com uma economia financeira importante. Nesse contexto; a instalação de hidrômetros na entrada e saída dos pontos de maior consumo de água e aplicação de um monitoramento das vazões de entrada e saída nesses pontos; através de um funcionário designado para medir as vazões de hora em hora; foi contabilizado o desperdício de água que corresponde a 9000 L h-1 nesses pontos críticos. Assim; foi possível atingir essa redução. No estudo realizado também verificou-se que é necessária ação conjunta entre os órgãos regulamentários e os de segurança alimentar e ambiental nacionais; indústrias processadoras e institutos de ensino e pesquisa.
     
    Baixar arquivo