Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  524.50 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Inventário de ciclo de vida do sistema de gerenciamento de resíduos sólidos urbanos do município de Santa Cruz do Sul
Autor:  
  Sandra Cristina Schüler   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNISC/TECNOLOGIA AMBIENTAL
Área Conhecimento  
  ENGENHARIA SANITÁRIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  596
Resumo  
  A Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) é uma metodologia importante pois permite uma equalização ambiental; onde são consideradas as retiradas de recursos naturais e energia da natureza e as “devoluções” para a mesma; permitindo avaliar os impactos ambientais potenciais gerados nos processos produtivos ou serviços avaliados. O conhecimento do ciclo de vida de um produto; processo ou serviço é o primeiro passo na busca do desenvolvimento sustentável. O objetivo deste trabalho foi usar o Inventário de Ciclo de Vida (ICV) como uma ferramenta para simular e comparar diferentes cenários de um sistema de gerenciamento de resíduos domiciliares e determinar o sistema com menor impacto ambiental para Santa Cruz do Sul. Para isso; foi analisado o cenário atual (Cenário 1) do gerenciamento dos resíduos do município e foram simulados outros dois diferentes cenários (Cenários 2 e 3); e esses três foram comparados utilizando-se o software Integrated Waste Management Model (IWM – versão 2.5) baseado na metodologia do Inventário de Ciclo de Vida; proposta pela ISO 14040. O Cenário 2 foi baseado no Cenário 1 com a inclusão de um sistema de compostagem de 50% de matéria orgânica e um sistema de coleta e queima de 50% de gás de aterro. Já no Cenário 3 foram introduzidos aumentos para 80% na compostagem da matéria orgânica; 30% na quantidade de material triado para reciclagem e 80% na coleta e tratamento de gás de aterro. Os resultados mostraram que o terceiro cenário apresentou um importante ganho econômico e uma grande contribuição ambiental em relação às emissões atmosféricas e à emissão de algumas substâncias às águas; além de apresentar uma significativa economia de energia e redução na quantidade de resíduos dispostos no aterro. Então; após as simulações realizadas para o município de Santa Cruz do Sul; fica clara a importância do processo de reciclagem e tratamento biológico no sistema de gerenciamento; pois reduzem os custos; a emissão de poluentes; a quantidade de resíduos dispostos no aterro; bem como contribuem para economia de energia. Os resultados obtidos nas simulações reforçam a idéia de que estas técnicas ou ferramentas são de grande valia para as municipalidades; auxiliando em tomadas de decisões nos sistemas de gerenciamento de resíduos sólidos urbanos. Isso contribui não apenas para o meio ambiente; mas para toda a população que vê as cidades mais limpas; seus recursos naturais preservados e os recursos que seriam utilizados nessa atividade serem aplicados em outras áreas.
     
    Baixar arquivo