Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  801.91 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Análise da diversidade genética de isolados de Phaeoisariopsis griseola por meio de marcadores moleculares
Autor:  
  Ana Karina Rodrigues Abadio   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFV/MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA
Área Conhecimento  
  ENGENHARIA CIVIL
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  4,216
Resumo  
  A mancha-angular; causada pelo fungo Phaeoisariopsis griseola; também conhecido como Pseudocercospora griseola (Sacc.) Crous & U. Braun; é uma das doenças mais importantes que ocorre no feijoeiro; causando sérios prejuízos na produção. A forma mais econômica de controle dessa doença é a utilização de cultivares resistentes. Entretanto; estudos relacionados à diversidade genética de P. griseola têm demonstrado grande variabilidade genética nesse fungo; o que tem dificultado a obtenção dessas cultivares. Diante disso; o objetivo desse trabalho foi verificar se as técnicas ERIC-PCR; BOX-PCR; ISSR-PCR e PCR-RFLP da região ITS do rDNA são apropriadas para a detecção de polimorfismos genéticos que permitam estimar a diversidade genética de isolados de P. griseola provenientes dos estados de Goiás; Minas Gerais; Espírito Santo e Paraná. O DNA total de 29 isolados de P. griseola foi extraído e; posteriormente; utilizado para amplificação de seqüências ERIC; BOX; ISSR e ITS utilizando oligonucleotídeos específicos. As clivagens da região ITS com as enzimas de restrição AluI; HaeIII; HhaI; HpaII; MboI; MspI e RsaI produziram perfis de restrição idênticos para todos os isolados; e; portanto; a sequência ITS nas condições empregadas não forneceu marcadores que pudessem diferenciar os isolados de P. griseola. Por meio da análise de agrupamento dos resultados obtidos pelas técnicas BOX-PCR; ERIC-PCR e ISSR-PCR; foram detectados 2; 5 e 28 genótipos; respectivamente; entre os isolados estudados. Os resultados obtidos mostraram que as técnicas BOX-PCR e ERIC-PCR foram menos eficientes na detecção de polimorfismo genético entre os isolados de P. griseola. Os melhores resultados foram obtidos com o emprego da técnica ISSR-PCR; que mostrou grande capacidade de detecção de marcadores polimórficos entre os isolados. A diversidade genética estimada poderá auxiliar no desenvolvimento de estratégias adequadas para a obtenção de variedades de feijoeiro resistentes a esse fungo.
     
    Baixar arquivo