Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  794.80 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  O tutor na educação a distância: uma visão de tutores
Autor:  
  Maria Inmaculada Chao Cabanas   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNESA/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  1,006
Resumo  
  Com a expansão da Educação a Distância no contexto educacional contemporâneo ampliam-se os questionamentos a respeito do tutor: personagem a quem tem sido atribuída a função de orientador / facilitador da aprendizagem. O que ele faz; como se forma para exercer a tutoria; que dificuldades enfrenta na sua prática; ser tutor na educação a distância é diferente de ser professor; são indagações presentes no cotidiano dessa atividade. A pesquisa buscou responder a tais indagações; ouvindo 26 tutores em duas etapas: a primeira; um levantamento inicial de dados; teve a colaboração de oito sujeitos; a segunda; contando com 18 tutores; ampliou a coleta inicial. Para ouvir os tutores foram utilizados dois questionários; compostos de perguntas fechadas e abertas; que ensejaram uma abordagem quanti-qualitativa; isto é; o estabelecimento de relações numéricas e percentuais e uma análise do conteúdo; visando obter a recorrência e a contradição de idéias nas respostas oferecidas. Os resultados indicam que os tutores: (a) não passam por uma formação específica para o exercício da tutoria; (b) chegam a esta atividade de forma fortuita; geralmente por meio de um convite; (c) afirmam não ter dificuldades em sua prática e quando as expressam; as situam nas limitações dos alunos e da tecnologia; (d) em sua maioria percebem o tutor como personagem destacado da docência; perspectiva esta contraditória; na medida em que as atribuições indicadas como específicas da tutoria são inerentes à docência. A visão desses sujeitos reflete o tratamento dicotômico que o tutor recebe na literatura pedagógica: ora visto como um estimulador; elemento de apoio à aprendizagem; ora configurado como professor.
     
    Baixar arquivo