Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2.08 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Ação do laser em baixa intensidade no tratamento da doença periodontal induzida em ratos diabéticos e não diabéticos: estudo histológico e histométrico
Autor:  
  Valmir Campos Macarimi   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNESP/Araç/ODONTOLOGIA
Área Conhecimento  
  ODONTOLOGIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  468
Resumo  
  Objetivo: O objetivo do presente estudo foi avaliar histológica e histometricamente a ação do Laser em baixa intensidade (LLLT) como coadjuvante ao tratamento da doença periodontal induzida em animais diabéticos e não diabéticos. Métodos: Foram utilizados 120 ratos divididos em 2 grupos: Grupo A: 60 animais nãodiabéticos e Grupo B: 60 animais diabéticos induzidos pela aloxana à 2% (42 mg/Kg). Nos animais de ambos os Grupos a doença periodontal (DP) foi induzida no primeiro molar inferior esquerdo. Após 7 dias de evolução da DP; em todos os animais dos Grupos A e B a ligadura foi removida e 30 animais de cada grupo foram submetidos aos seguintes tratamentos: tratamento I (RAR) – raspagem e alisamento radicular e irrigação com 1 ml de solução salina (SS); Tratamento II (LLLT) - RAR + SS seguido da irradiação com laser em baixa intensidade (LLLT). A irradiação laser foi realizada (AsGaAl; 660 nm) em 3 pontos eqüidistantes na face vestibular e 3 pontos eqüidistantes na lingual. Cada ponto recebeu uma energia de 4 J. Dez animais de cada grupo experimental foram sacrificados nos períodos de 7; 15 e 30 dias para a análise histológica e histométrica. Os dados histométricos da perda óssea foram submetidos à análise de variância (p<0;05). Resultados: A áreas de furca tratadas com LLLT nos grupos A e B apresentaram tecido conjuntivo organizado com trabéculas ósseas em toda extensão da furca. Nas áreas tratadas com RAR em ambos os grupos o tecido conjuntivo apresentava-se desorganizado com intenso infiltrado inflamatório e áreas de reabsorções ósseas e cementárias. Histometricamente aos 7; 15 e 30 dias o tratamento RAR nos grupos A (1;11±0;11; 0;84±0;12; 0;97±0;13) e B (2;27±0;47; 3;23±0;34; 2;82±0;75) promoveu maior perda óssea (p<0;05) na região de furca quando comparado ao tratamento LLLT nos grupos A (0;33±0;05; 0;35±0;06; 0;27±0;07) e B (0;37±0;05; 0;35±0;02; 0;37±0;02). A perda óssea alveolar foi significativamente maior no grupo B tratado com RAR quando comparado ao grupo A tratado com RAR. Não houve diferenças significantes entre os espécimes dos grupos A e B que receberam o tratamento com LLLT. Conclusão: O LLLT mostrou-se efetivo como coadjuvante ao tratamento convencional de RAR na doença periodontal nos animais diabéticos e não diabéticos.
     
    Baixar arquivo