Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  753.38 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Reciclagem de polipropileno pós-consumo para a produção de material adsorvente
Autor:  
  Luiz Guilherme Arend   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNISC/TECNOLOGIA AMBIENTAL
Área Conhecimento  
  ENGENHARIA SANITÁRIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  741
Resumo  
  Os resíduos sólidos urbanos (RSU) produzidos no Brasil podem possuir até 10% de plástico na sua constituição gravimétrica; esta composição é variável conforme o local e a renda dos habitantes. Os plásticos são produtos que possuem um considerável volume; portanto ocupam um grande espaço nas áreas de disposição final dos resíduos. Muito tem sido feito no Brasil em relação à reciclagem de plásticos; em especial; no que diz respeito à reciclagem mecânica. Porém; a degradação que o material pode sofrer pela exposição à temperatura e; muitas vezes o baixo valor agregado do produto assim obtido reforça a necessidade de pesquisas nesta área. Neste contexto; o objetivo deste trabalho foi avaliar a possibilidade da obtenção de um produto oriundo de plástico pós-consumo que agregasse mais valor ao resíduo sem necessariamente ter que passar por etapas de aquecimento. A possibilidade de transformar; através da reciclagem; resíduos em insumos com capacidade adsortiva; os quais poderiam ser utilizados; por exemplo; no tratamento de águas residuais; a um custo energético e ambiental mais baixo foi a motivação para realização deste trabalho. Partiu-se então para a análise de uma aplicação inovadora para o Polipropileno (PP) pós-consumo; como material com propriedades de sorção; obtido através da dissolução e posterior precipitação do mesmo. A metodologia constou basicamente da dissolução; com posterior precipitação do PP; moído; lavado e seco; em solução com Xileno na concentração de 5% em massa; na temperatura de 135°C em um sistema com agitação e refluxo de solvente. Após a etapa de precipitação através da adição de um não solvente o material obtido foi lavado com etanol e filtrado; o solvente restante foi evaporado a 500C. O material precipitado foi moído até alcançar diâmetro de partícula de 0;45mm e preparado para os ensaios de adsorção; em uma solução de azul de metileno de concentração conhecida. Neste sistema foram adicionados 0;1g; 0;2g; 0;3g; 0;4g de amostras de PP. Foi avaliada também a influência de tratamento do material com NaOH 10% na capacidade de adsorção. Estudos comparativos com carvão ativado foram também realizados. Os resultados mostraram que; embora com índices menores de adsorção que o carvão ativado; o material proposto removeu o azul de metileno da solução. A ativação desse material com NaOH; conferiu aumento nessa capacidade; o mesmo ocorreu com a área superficial que foi aumentada com o tratamento químico. O material adsorvido pode ser facilmente retirado; quando as amostras foram submetidas à estufa a uma temperatura de 500C; houve desprendimento de corante pelo adsorvente. Este fato foi apontado como uma vantagem deste material em relação aos mais comumente utilizados cuja dessorção é muito difícil. Ensaios com outros solventes e não solventes deverão dar continuidade ao trabalho para verificação da influência dos mesmos nas características de porosidade do material. Além destes; ensaios complementares para a determinação de outras características do material deverão ser efetuados.
     
    Baixar arquivo