Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  5.69 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Gêneros textuais na perspectiva da educação profissional
Autor:  
  Edna Guedes De Souza   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFPE/LETRAS
Área Conhecimento  
  LETRAS
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  2,070
Resumo  
  Esta pesquisa investiga a interface teórico-prática entre gêneros textuais empregados numa efetiva ação sociocomunicativa e os gêneros textuais objeto de ensino de português instrumental; ministrado nos cursos técnicos do CEFET-PE. O ensino na Educação Profissional requer um trabalho com gêneros que; na escola; extrapole o conteúdo de português instrumental; adentrando o fazer das disciplinas de formação técnico-profissional e; fora dela; compreenda; amplamente; as relações inerentes às estruturas sociais; particularmente; às práticas sociodiscursivas pertinentes a tais estruturas. Para tanto; fizemos o percurso histórico da concepção de gênero – na retórica; na poética e na lingüística; ancorando-nos nos postulados de Bakhtin (1992); aplicamos o conceito de gênero como ação social às estruturas sociais firmadas no ramo da construção civil; da indústria e da prestação de serviços; fundamentando-nos em Miller (1994); Bazerman (2005; 2006); Marcuschi (2000; 2002) e Meurer (2000); estabelecemos relação entre os gêneros ensinados nos cursos técnicos de nível médio do CEFET-PE e aqueles empregados na prática profissional; na perspectiva do interacionismo sociodiscursivo proposto por Bronckart (1999; 2006) e; por fim; analisamos os gêneros do contexto do trabalho em seus contextos de produção; explicitando as atividades profissionais que eles organizam; padronizam e ritualizam; sem desconsiderar os aspectos lingüístico-discursivos. O resultado obtido revela que tais gêneros têm grande potencial pedagógico por constituírem-se verdadeiras formas sociocomunicativas que concorrem para a qualidade da formação técnico-profissional do cidadão e para a sua inserção no mundo do trabalho.
     
    Baixar arquivo