Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  6.28 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Imunobiologia das infestações de bovinos pelo carrapato Boophilus microplus: estudo dos correlatos histológicos e moleculares de resistência e de susceptibilidade
Autor:  
  Antônio Roberto Rodrigues Abatepaulo   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  USP/RP/IMUNOLOGIA BÁSICA E APLICADA
Área Conhecimento  
  IMUNOLOGIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  596
Resumo  
  Carrapatos são artrópodes hematófagos de grande importância médica e veterinária devido aos prejuízos diretos e indiretos por eles causados ao se fixarem em seus hospedeiros; além de serem importantes vetores de microrganismos patogênicos. Durante seu repasto de sangue; os carrapatos estimulam a resposta imune e inflamatória dos hospedeiros; mas suprimem a imunidade natural e adquirida do hospedeiro por meio de fatores presentes na sua saliva que é inoculada durante a hematofagia. Este estudo analisou os componentes teciduais e moleculares presentes nas reações cutâneas induzidas por extrato de larvas de B. microplus não alimentadas ou por diferentes níveis de infestações com carrapatos adultos afixados à pele de bovinos geneticamente resistentes (Bos taurus indicus; raça nelore) e susceptíveis (B. taurus taurus; raça Holandês Preto e Branco - HPB) ao carrapato. Amostras de pele foram coletadas para análise 1; 72 e 96 horas após o inoculo com extrato de larva. No momento da reação tardia (72 e 96 horas) o infiltrado celular recrutado à pele de animais da raça Nelore apresentava um número significativamente maior de eosinófilos e basófilos do que a pele de animais HPB. Relativo à pele coletada 1 h após o inóculo de extrato ou à pele de bovinos HPB; a expressão de genes codificantes de IGF-1; MCP-1; IP-10; TGF-b; IDO; SLURP-1 foi significativamente maior em animais Nelores. Na pele contendo fêmeas em alimentação; constatou-se que o nível da infestação interfere no nível de expressão gênica em animais HPB que apresentaram diminuição significativa da expressão de MIP-1a; IGF-1 e IL-8 e aumento relativo de IL-4 e TGFb na baixa infestação. A pele de Nelores infestada apresentou de expressão relativa de IDO; IL-10; IP-10; IGF-1; IFNg&#61484; MCP-1; MIP1a; IL-8 e iNOS e IL-5 significativamente (P<0;05) maior do que a pele de HPBs infestada. A pesquisa de mutações únicas (SNPs; de single nucleotide polymorphisms) nos genes estudados que apresentaram variação significativa na sua expressão revelou vários SNPs; inclusive alguns específicos para animais zebuínos (MCP-1; MIP-1a; TNF-a e IFN-g). Os resultados obtidos neste estudo permitem uma melhor compreensão da interação parasita-hospedeiro. Mostram que na pele de uma raça bovina resistente ao carrapato os níveis de expressão de genes codificantes de moléculas quimiotáticas para basófilos e eosinófilos é maior do que em pele de uma raça bovina suscetível a esse parasita; fornecendo as bases dos mecanismos imunológicos que devem ser estimulados por vacinas empregadas para o controle do artrópode. Também mostram que ocorre variabilidade genética nos genes expressos diferencialmente; variações estas que podem constituir marcadores moleculares de resistência para a seleção de bovinos resistentes a carrapatos.
     
    Baixar arquivo