Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.39 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Representações sociais e práticas políticas do movimento negro paulistano: as trajetórias de Correia Leite e Veiga dos Santos (1928-1937)
Autor:  
  Maria Claudia Cardoso Ferreira   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UERJ/HISTÓRIA
Área Conhecimento  
  HISTÓRIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2005
Acessos:  
  448
Resumo  
  O presente trabalho é fruto do estudo das trajetórias políticas de dois ativistas do movimento negro; existente na cidade de São Paulo; nas décadas de 1920 e 1930. José Correia Leite e Arlindo Veiga dos Santos fundaram organizações político-sociais com expressividade local e até mesmo nacional; sendo o jornal Clarim d' Alvorada (1924-1932) e a Frente Negra Brasileira (1931-1937); as entidades nas quais os dois mais se destacaram; respectivamente. Nessas e noutras organizações desempenharam os papéis de intelectuais-militantes; pois desenvolveram um tipo específico de ativismo; capaz de no decorrer daqueles anos combinar a formação intelectual adquirida; com a prática militante; tomando para si a missão de atuar em prol do grupo racial negro. Enquanto intelectuais-militantes formaram e divulgaram representações sociais e organizaram ações políticas visando diminuir o preconceito e a discriminação racial naquela sociedade. Usavam a imprensa negra paulistana como veículo de comunicação e as redes de sociabilidade construídas para arregimentar seguidores e pôr em prática seus projetos. Não obstante; as ações de Veiga e Leite tiveram formas de estruturação e atuação contrárias. No contexto político dos anos 1930; os dois se distanciaram optando por ideologias políticas conflitantes; o que gerou rompimentos; revelando uma diversidade de projetos no âmbito do ativismo negro paulistano. (Movimento Negro – Trajetórias políticas – Intelectuais – Ativismo político)
     
    Baixar arquivo