Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  561.87 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Função ativa da avaliação institucional: um estudo sobre o processo de auto-avaliação na UNIR
Autor:  
  Rita de Cássia Ramalho Rocha   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNIR/ADMINISTRAÇÃO
Área Conhecimento  
  ADMINISTRAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  269
Resumo  
  São intensas as discussões e reflexões sobre os rumos da educação superior desencadeando processos diversos de gestão que garantam solidez ao ensino e formação superior; assim como a geração de novos mecanismos de controle. No enlace desses conflitos; destaca-se a avaliação institucional como recurso de gestão a ser desenvolvido nas universidades para a consolidação das suas metas e ações institucionais. Nesse sentido; foi definido como problema de pesquisa para esse estudo a possibilidade de haver relação entre o processo de avaliação institucional e as ações de mudanças desenvolvidas pelos gestores da Fundação Universidade Federal de Rondônia – UNIR. Definiu-se como objetivo geral o processo de autoavaliação institucional da UNIR em sua função ativa; à partir da análise da percepção dos gestores da universidade sobre a relação existente entre as metas resultantes do processo de auto-avaliação e ações de mudanças correspondentes à avaliação. Considerou-se o modelo vigente de Avaliação das Instituições de Educação Superior – AVALIES; instituído no Brasil através do Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior – SINAES; desenvolvido na UNIR. Apresenta-se revisão de literatura sobre os pressupostos hegemônicos que fundamentam o estudo da educação superior e avaliação institucional no Brasil e a teoria Burocrática Profissional como referência de análise para compreensão dos processos de gestão universitária. A caracterização metodológica consiste em abordagem quantiqualitativa; com pesquisa bibliográfica e descritiva; através observações exploratórias e estudo de caso. O instrumento de pesquisa selecionado foi o questionário; aplicado aos gestores da UNIR. Os dados foram organizados mediante orientação estatística e serviram de base para análise e construção da dissertação. Os resultados apontaram que o processo de auto-avaliação institucional da UNIR estabeleceu-se como uma ação essencialmente burocrática para efeito de cumprimento da lei; que aconteceu de maneira pontual; descontínua; e não gerou mudanças efetivas sobre a gestão da universidade.
     
    Baixar arquivo