Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  17.98 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  A cultura da crença: uma reflexão sobre o espaço simbólico e o simbolismo na arquitetura religiosa
Autor:  
  Ricardo Bianca de Mello   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  USP/ARQUITETURA E URBANISMO
Área Conhecimento  
  ARQUITETURA E URBANISMO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  619
Resumo  
  Esta dissertação tem por objetivo explorar a espacialidade simbólica em arquitetura. Para tanto; principia expondo de maneira sucinta conceitos fundamentais de semiótica arquitetônica; situando o debate do simbolismo em arquitetura dentro de uma abordagem comunicacional do fenômeno arquitetônico. Em seguida expõe algumas considerações acerca da questão mais ampla do sentido em arquitetura; da qual entende-se que a questão do simbolismo em arquitetura faça parte. Apesar de partir inicialmente de uma visão vulgar do conceito de símbolo; baseada livremente na conceituação dada por Charles Peirce; esta dissertação explora também diferentes abordagens oriundas da semiótica; da lingüística; da psicanálise; da filosofia e da própria arquitetura; de forma a encontrar novos elementos que a auxilie a alcançar uma posição particular em relação ao símbolo; adequada ao seu uso em teoria da arquitetura. Partindo desta exploração do conceito de símbolo; a dissertação prossegue analisando a construção do símbolo em arquitetura - seus mecanismos e aplicação. Trata então do simbolismo estrutural; implícito e identificado com o edifício em si; e do simbolismo aplicado; explícito e aposto à edificação. Para tanto parte da distinção que Venturi; Brown e Izenour fazem do simbolismo do "pato" e do "galpão decorado". Em sua segunda parte a dissertação oferece exemplos do simbolismo em arquitetura religiosa;não se limitando a uma tradição ou a um contexto específico. A intenção é ilustrar o debate teórico desenvolvido na primeira parte ao mesmo tempo em que se aprofunda a questão de um simbolismo arquitetônico específico - aquele da arquitetura religiosa. Além de uma introdução geral ao simbolismo do edifício religioso são analisadas as diferentes escalas de manifestação do símbolo no edifício: em sua localização; implantação; forma e conteúdo. A dissertação conclui com uma reflexão acerca de algumas das questões suscitadas e uma especulação acerca de caminhos possíveis para futuras pesquisas.
     
    Baixar arquivo