Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2.12 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Avaliação da eficiência de extratos de Solanum fastigiatum Var. Acicularium dunal, como alternativa tecnológica para o controle do pulgão-da-couve (Brevicoryne Brassicae Linnaeus)
Autor:  
  Eduardo Strohschoen   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNISC/TECNOLOGIA AMBIENTAL
Área Conhecimento  
  ENGENHARIA SANITÁRIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  502
Resumo  
  O principal objetivo deste trabalho foi reaproveitar o pó de fumo como substrato para otimizar a produção de lipase por fermentação em fases sólida e submersa de amostras de Aspergillus sp. Para tanto; seis amostras de Aspergillus sp. foram comparadas quanto ao potencial de crescimento micelial radial e produção de atividade lipase em função do tempo durante cultivo em meio específico (fase sólida e fase submersa) para indução de atividade lipase à base de substrato peptona e Tween 80 acrescido ou não de extrato de pó de fumo. A impressão digital metabólica dos esporos do cultivo em fase sólida e da biomassa do cultivo em fase submersa foram obtidas por espectroscopia de reflectância difusa no infravermelho com Transformada de Fourier. Os dados de impressão digital metabólica foram correlacionados com os dados de atividade lipase utilizando ferramentas quimiométricas de previsão baseadas no método dos mínimos quadrados parciais. Os resultados indicaram que a adição de extrato de pó de fumo aumenta em algumas amostras a velocidade de crescimento micelial radial e a produção de atividade lipase para a maioria (cinco) das amostras cultivadas em fase submersa; com exceção da cepa de A. fumigatus USP 174. Por outro lado; nos cultivos em fase sólida não há melhora na produção de atividade lipase com as cepas analisadas. Foi possível obter modelos de correlação DRIFTS-PLS entre atividade lipase impressão digital metabólica dos esporos ou hifas. Os modelos baseados nos espectros de infravermelho de esporos apresentaram melhor qualidade que os modelos gerados a partir da biomassa oriunda dos cultivos em fase submersa com coeficientes de correlação acima de 0;96 para os primeiros. Pode-se concluir que o extrato de pó de fumo apresenta potencial para melhorar a capacidade de produção de lipase em cultivo em fase submersa em amostras de Aspergillus sp. podendo ser reaproveitado para esta finalidade.
     
    Baixar arquivo