Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.01 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Educação ambiental na educação profissional: a prática da educação ambiental em escolas agrotécnicas federais do estado de Minas Gerais
Autor:  
  Deise Keller Cavalcante   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFRRJ/EDUCAÇÃO AGRÍCOLA
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  540
Resumo  
  A presente dissertação teve como objetivo analisar e compreender a prática da Educação Ambiental no Curso Técnico em Agropecuária de três Escolas Federais; no Estado de Minas Gerais; a saber: CEFET de Januária; EAF de Salinas e EAF de São João Evangelista; e seu desenvolvimento enquanto expressão e consolidação da questão ambiental no ambiente escolar. Partimos da compreensão que a Educação Ambiental é um dos Temas Transversais a serem implementados; atendendo ao que é preceituado nos Parâmetros Curriculares Nacionais; bem como nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional; sendo que essa última ao caracterizar a formação da área de agropecuária; destaca que ela visa à qualidade e a sustentabilidade econômica; ambiental e social. Para analisarmos a prática da EA nas Escolas da Rede Federal que oferecem a formação técnica profissionaI em agropecuária de nível médio; buscamos situar; inicialmente; a trajetória histórica da Educação Ambiental e da Educação Profissional para fundamentar com elementos teóricos e históricos a relevância da implementação de políticas que visem à inserção desta temática. A pesquisa utilizou como procedimentos metodológicos para coleta de dados: questionários; entrevistas; análise documental e registros resultantes da observação participante da pesquisadora nas escolas. Os resultados demonstram o distanciamento entre a teoria e a prática da EA nas EAF's e no CEFET estudados; a EA não se coloca como um exercício cotidiano; contínuo; e permanente dentro da escola. Há uma necessidade da construção; manutenção e avanço de espaços dialógicos e comprometidos com a formação continuada de professores e servidores; no maior envolvimento dos pais e na melhoria da comunicação entre eles e a escola; para que os estudantes possam falar o que sentem; pensam e o que propõem para o desenvolvimento de uma sociedade sustentável. Esperamos que os resultados da pesquisa contribuam nas reflexões pertinentes aos Projetos Pedagógicos das Instituições Federais de ensino agropecuário; gerando ações educativas de participação coletiva; que propiciem o debate e a busca de soluções às questões sócio-ambientais da contemporaneidade; sejam elas locais ou globais; tornando possível a partir da escola consolidar os ideais de uma sociedade transformadora e ambientalmente sustentável.
     
    Baixar arquivo