Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.51 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Análise ecotoxicológica em viveiro de produção de tilápia (Oreochromis niloticus) utilizando o cladócero Ceriodaphnia dubia como organismo-teste
Autor:  
  Renata Bazante Yamaguishi   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  IP/AQUICULTURA E PESCA
Área Conhecimento  
  AQUICULTURA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  824
Resumo  
  Durante os meses de novembro de 2006 a março de 2007; um viveiro povoado com tilápias do Nilo (Oreochromis niloticus); do Núcleo de Aqüicultura de Pindamonhangaba (São Paulo); localizado a 22º56’27”S e 45º26’32;2”W; foi utilizado para estudos ecotoxicológicos (testes agudo e crônico) com Ceriodaphnia dubia para avaliar a qualidade da água à montante do viveiro (P1); dentro do viveiro (P2); no efluente (P3); na sua mistura com o corpo hídrico receptor (P4); em sua montante (P5) e à sua jusante (P6). A partir dessas amostras; o efluente (P3) foi analisado em cinco concentrações. Os métodos estatísticos utilizados foram: a prova exata de Fisher; ANOVA e CIp. A média da sobrevivência dos organismos-teste para o grupo controle foi de 89;80%; com número médio de 20 neonatos/fêmea e coeficiente de variação de 28;1%. Os valores médios de CENO e CEO (p<0;05) e de CIp50 para o efluente (P3) testado foram de 50;0%; 100;0% e 50;13%; respectivamente. Os resultados obtidos demonstraram que houve toxicidade em todos os pontos; indicando a necessidade de tratamentos para o afluente e efluente
     
    Baixar arquivo