Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  685.70 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Vida coletiva: reflexões sobre a relação entre comunidade e educação na contemporaneidade
Autor:  
  Brenno Costa Barboza   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNEB/EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  419
Resumo  
  Este estudo dissertativo foi construído a partir do desdobramento de questões e temas investigados no curso em Educação e Contemporaneidade da Universidade do Estado da Bahia. O presente trabalho trata da análise e reflexão das relações coletivas através dos significados atribuídos à comunidade pelos estudos apresentados nos anais de três Grupos de Trabalho (Educação; Movimentos Sociais e Sociologia da Educação) publicados pela Associação Nacional de Pesquisadores em Educação (ANPED) no período de 2000 a 2002. Buscamos compreender quais as perspectivas que orientam a definição de comunidade apresentada e sua relação com a educação; o espaço escolar e os elementos de facilitação ou dificuldade nessa dinâmica; tendo em vista as novas tendências contemporâneas nas relações entre os grupos; indivíduos e instituições sociais; como o engajamento radical (GIDDENS; 1991) e os dilemas entre segurança e liberdade (BAUMAN; 1998; 2003). Nossa hipótese é de que as políticas e práticas estabelecidas para estas relações coletivas são orientadas por abordagens defasadas e pouco alinhadas com os atuais problemas do cotidiano contemporâneo; conforme indicam os dados e estudos consultados para contextualizar e dialogar com as questões pertinentes ao estudo. O trabalho centra-se; portanto; no significado dado a idéia social (SCHILLING; 1974) que chamamos de comunidade e no seu grau de envolvimento com os processos educacionais. Analisamos os dados selecionados segundo categorias vindas de marcos histórico-conceituais elaborados a partir dos referenciais teóricos e perspectivas metodológicas escolhidas. Entendemos por fim que a comunidade e todas as formas de organização coletiva dentro da contemporaneidade precisam criar e assumir constantemente novos parâmetros de diálogo; participação; envolvimento e articulação que tragam mais flexibilidade nas relações sociais para que tenhamos práticas educacionais e sociais mais adequadas aos problemas e necessidades emergentes.
     
    Baixar arquivo