Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2.25 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Baú de memórias: representações de ludicidade de professores de educação infantil
Autor:  
  Marilete Calegari Cardoso   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFBA/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  705
Resumo  
  Esta pesquisa se insere no campo epistemológico de didática e prática pedagógica; tendo como objeto de estudo as representações de ludicidade dos professores de Educação Infantil de uma escola da rede municipal de Jequié/BA. A investigação teve por objetivos: descrever os significados do lúdico a partir das memórias desses professores; identificar de que forma o lúdico esteve presente em sua formação inicial/contínua e como vem repercutindo em suas práticas pedagógicas. Os subsídios teóricos estão baseados nos pressupostos dos autores Dewey (1967); Nóvoa (1995; 2002); Kishimoto (1999; 2007; 2008); Kramer (1996; 2005); Formosinho (2007); Brougère (1998; 2004); Benjamin (1984; 1994); Huinziga (2004); Luckesi (2000; 2007) e outros; que se dedicam ao estudo da formação do professor da educação infantil sob variados enfoques. A metodologia esteve centrada no estudo de caso; e os procedimentos de pesquisa foram: observação; entrevistas; análise de documentos e escritos autobiográficos. Na tentativa de responder à nossa problemática; nos valemos de três questões norteadoras: quem sabe e de onde sabe? o quê e como sabe? sobre o que sabe e com que efeitos? O referencial teórico/metodológico selecionado para a condução da pesquisa e análise dos dados foi o das Representações Sociais e a técnica de análise de conteúdo; respectivamente; tendo sido realizada uma triangulação dos dados encontrados. As representações encontradas entre os professores são diversificadas; carregadas de uma concepção de ludicidade; ora romântica; ora cognitivista; ou sociocultural; frutos de uma construção histórica; eivada de representações culturais; sociais e políticas. Esperamos que esse trabalho contribua para uma ressignificação do papel da ludicidade no processo de aprendizagem na educação infantil.
     
    Baixar arquivo