Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  253.49 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Fontes de potássio na adubação de cobertura do algodoeiro - produtividade, diagnose foliar, qualidade de fibras e análise econômica.
Autor:  
  Fábio Rafael Echer   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNOESTE/AGRONOMIA
Área Conhecimento  
  AGRONOMIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  580
Resumo  
  Conduziu-se um experimento em lavoura comercial de algodão; em Sapezal - MT; no ano agrícola 2007/2008; com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes fontes de potássio na adubação de cobertura; sobre atributos biométricos; componentes de produção; qualidade de fibras; viabilidade econômica e sobre o estado nutricional do algodoeiro. O delineamento utilizado foi o de blocos completos ao acaso; com cinco repetições; cujos tratamentos constaram da aplicação em cobertura de 100 kg ha-1 de K2O nas fontes KCl; K2SO4; KNO3 e K2SO4.2MgSO4. Avaliaram-se os teores de nutrientes nas folhas de algodão no florescimento; sendo interpretados pelo método do nível crítico e pelo DRIS. Tanto o método do nível crítico quanto o DRIS foram eficientes na detecção de diferenças nos teores foliares de nutrientes e; o teor de S nas folhas de algodão foi maior com a utilização do adubo K2SO4.2MgSO4. O IBN apresentou coerência entre os seus valores e as produtividades dos tratamentos; sendo as maiores produtividades obtidas com o menor IBN na adubação potássica de cobertura na fonte K2SO4.2MgSO4. A adubação potássica de cobertura com a fonte K2SO4.2MgSO4 proporcionou a maior altura de plantas e a produtividade agrícola mais elevada; porém; estes resultados não se confirmaram em aumentos de qualidade de fibra e rentabilidade econômica do algodão. Em razão do menor custo; o fertilizante KCl é a fonte de K mais viável economicamente para a cobertura na lavoura de algodão.
     
    Baixar arquivo