Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  9.04 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Ciência e prática: ensino agrícola na educação presbiteriana em Minas Gerais (1908-1938)
Autor:  
  José Normando Gonçalves Meira   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  PUC/SP/EDUCAÇÃO: HISTÓRIA, POLÍTICA, SOCIEDADE
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  461
Resumo  
  Esta pesquisa, de cunho historiográfico, discute a educação presbiteriana em Minas Gerais, privilegiando a experiência de Lavras, no oeste do Estado, onde foi fundado em 1893, o Instituto Evangélico (que posteriormente passou a ser chamado Instituto Presbiteriano Gammon). No estudo dessa iniciativa protestante, de tradição calvinista, reformada, destaca-se na pesquisa a Escola Agrícola de Lavras, fundada em 1908, que ao lado do Ginásio, com curso preparatório anexo, e o colégio feminino Carlota Kemper, a Escola Comercial e outros cursos avulsos, compunham o Instituto Evangélico. Os objetivos deste estudo são: ampliar a discussão sobre a educação protestante no Brasil, principalmente no que se refere a Minas Gerais, compreender as relações entre convicções religiosas e a "ação social", especificamente no que se refere à prática educacional e as suas implicações na construção da sociedade, avaliar a relação entre o projeto educacional presbiteriano em Minas Gerais e o "americanismo" instalado no imaginário social brasileiro a partir de meados do século XIX, discutir a ideologia protestante trazida pelos missionários norte-americanos e a eficácia dos seus símbolos, especialmente daqueles relacionados à educação escolar, para os seus objetivos de reformar a sociedade brasileira, analisar os princípios educacionais que nortearam o Instituto Evangélico de Lavras e, especialmente, a sua Escola Agrícola, discutir as estratégias adotadas pelos implantadores do Instituto Evangélico de Lavras e, particularmente, da Escola Agrícola, em busca de eficácia para as suas práticas pedagógicas, levantar as qualidades éticas e morais entendidas como necessárias à formação dos alunos. Esta pesquisa permitiu compreender a relação entre os objetivos das missões protestantes e o discurso de modernização da agricultura no Brasil e, especificamente em Minas Gerais, por meio do saber científico. Possibilitou a análise de como o projeto civilizador presbiteriano inseriu-se no contexto das discussões pertinentes às primeiras décadas da República brasileira quanto à modernização do país e o papel da educação para que esses ideais fossem alcançados. Para a realização da pesquisa, foram utilizadas fontes encontradas, principalmente, no Arquivo Público Mineiro, no Museu Bi-Moreira da Universidade Federal de Lavras e no Pró-memória Gammon, do Instituto Presbiteriano Gammon, em Lavras-MG.
     
    Baixar arquivo