Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  3,56 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  O programa Saúde da Família e a promoção do envelhecimento saudável
Autor:  
  Amanda Erica Domingos   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNESP/RC/GEOGRAFIA
Área Conhecimento  
  GEOGRAFIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  437
Resumo  
  A condição de vida urbana de uma população está relacionada à quantidade e qualidade de serviços oferecidos; dentre eles; encontram-se a educação; a habitação; o saneamento básico; o emprego; o lazer e a saúde. No caso do Brasil; está em vigência o Programa Saúde da Família (PSF); como uma estratégia de trabalho e prestação de serviços no setor saúde. Para tal os antigos postos de saúde passaram a ser denominados Unidades de Saúde da Família (USF); seus funcionários fazem parte da Equipe de Saúde da Família (ESF); e dentre eles criou-se à função de Agente Comunitário da Saúde (ACS). O Ministério da Saúde; através do PSF enfatiza que os serviços oferecidos devem ser articulados especialmente no atendimento de três grupos de pessoas: a criança; a gestante e o idoso; salientando que cada USF deve programar ações específicas para estes setores; no intuito de minimizar os agravos a vida urbana. Dentre os grupos anteriormente citados; as estimativas populacionais apontam para o crescimento da população idosa mundial; e mostram que em 2050 existirão no mundo 23 bilhões de idosos sendo que dois terços desses estarão em países em desenvolvimento como o Brasil; segundo UNITED NATIONS; 2001. No sentido de contribuir com a temática até o momento apresentada; esta investigação objetivou observar como se realizam no espaço geográfico as ações das ESF´s para a promoção da manutenção da capacidade funcional do idoso. Partindo-se da idéia inicial de que as equipes de saúde de família possuem inúmeras deficiências no entendimento do espaço vivido de sua clientela; e também o desconhecimento da amplitude de suas obrigações; o que resultam na desigualdade; inafetividade e desqualificação dos serviços oferecidos.
     
    Baixar arquivo