Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  741.01 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  A educação profissional técnica de nível médio e o desenvolvimento local/regional: um estudo sobre a inserção da escola agrotécnica federal de sombrio na microrregião do extremo Sul catarinense
Autor:  
  Fernando Dilmar Bitencourt   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNB/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  625
Resumo  
  Nas últimas décadas o debate sobre desenvolvimento vem se intensificando; pois os modelos implementados tornaram-se inadequados. Uma nova visão emergiu recentemente calcada no desenvolvimento sustentável. Neste contexto; também o espaço rural; o local/regional; ganha relevância no Brasil e começa a tomar novos contornos para adequar-se à conjuntura que ora se apresenta. Observa-se igualmente que; ao longo dos anos; o ensino profissional vem se tornando cada vez mais estratégico para o desenvolvimento socioeconômico do país; principalmente se considerarmos o atraso tecnológico de diversos setores da economia e de muitas regiões. O presente trabalho tem como propósito compreender a participação do ensino técnico profissional de nível médio no desenvolvimento local/regional. Mais especificamente; estuda a inserção da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio na dinâmica do desenvolvimento da microrregião Extremo Sul Catarinense; através da oferta do curso Técnico Agrícola com Habilitação em Agropecuária; visto que a referida região; considerada uma das mais pobres do Estado; tem sua economia fundamentada no setor agrícola. Para se compreender esta inserção se fez necessário ouvir os dirigentes das quatro maiores empresas do setor agropecuário da região; das quais duas são cooperativas e uma pública; bem como egressos do curso agropecuário da Escola; tanto os que trabalham nessas empresas em sua área de formação; como também aqueles que retornaram as suas propriedades e hoje são agricultores. Observa-se com esta pesquisa a importância do ensino técnico-agrícola para a microrregião; a contribuição deste para o setor agropecuário; colocando no mercado a grande maioria dos técnicos que prestam assistência técnica ao produtor rural; o que vem possibilitando nos últimos anos a qualificação destes agricultores. Verificou-se também que esta inserção poderia ser potencializada; se a instituição estivesse mais próxima das empresas e da comunidade; o que permitiria uma leitura mais apurada da realidade e consequentemente das necessidades do espaço onde está inserida.
     
    Baixar arquivo