Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2.42 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Ativação muscular inspiratória durante exercício com limiar de carga inspiratória em pacientes com insuficiência cardíaca.
Autor:  
  Daniela Melillo Martins   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFMG/CIÊNCIAS DA REABILITAÇÃO
Área Conhecimento  
  FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  278
Resumo  
  O treinamento muscular inspiratório com Threshold® vem sendo utilizado em pacientes com insuficiência cardíaca (IC); havendo controvérsia em relação aos resultados obtidos com determinada carga em relação à sobrecarga muscular gerada. Desta forma; a avaliação da resposta muscular pode contribuir para a definição dos protocolos de treinamento. O objetivo desse estudo foi investigar o nível de ativação muscular do esternocleidomastóideo (ECM) e do diafragma; além das variações no volume corrente (VC); volume minuto (VM); freqüência respiratória (FR) durante exercício com limiar de carga inspiratória a 30 e a 50% da pressão inspiratória máxima (PImáx.). Foram estudados dez homens com insuficiência cardíaca; média de idade 52.6 ± 5.6 anos e fraqueza muscular inspiratória (PImáx. <70% predito) foram avaliados pela eletromiografia de superfície (EMGs) calculando-se a RMS (root-mean-square) normalizada pelo repouso; e pela pletismografia respiratória por indutância (PRI) enquanto respiravam sem sobrecarga inspiratória e durante as sobrecargas de 30% e 50% da PImáx. O teste de Friedman seguido pelo teste de Wilcoxon foram utilizados para a comparação das variáveis considerando as situações; duas a duas. Em todos os testes foi considerado um nível de significância &#945; de 0.05. O estudo foi aprovado pelo Comitê de ética em Pesquisa da Instituição. Houve aumento do RMS nas duas cargas; sendo maior na carga de 50% em relação a carga de 30%; tanto no diafragma (101.8% versus 34.9%; p= 0.009) quanto no ECM (302.4% versus 150%; p=0.013) e predominante no ECM em relação ao diafragma nas duas cargas (p<0.05). Não houve variação significativa dos valores de VC; VM e FR entre as diferentes cargas.Foi observada assincronia do padrão respiratório em 4 dos 10 sujeitos durante o exercício com sobrecarga inspiratória. Conclusão: O aumento da atividade eletromiográfica dos músculos respiratórios de indivíduos com IC durante a utilização do Threshold® está relacionada com predomínio de ativação de musculatura acessória e tem relação com o aumento da carga utilizada.
     
    Baixar arquivo