Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  15.99 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Características da implementação do sistema de avaliação da educação superior (Sinaes) em instituições de ensino superior
Autor:  
  Jorge Luiz Lordêlo De Sales Ribeiro   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFBA/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  970
Resumo  
  Características da implementação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) em instituições de ensino superior. O objetivo deste trabalho foi examinar o processo de implementação da política de avaliação da educação superior (Sinaes); a partir do estudo de caso de duas instituições de ensino superior – IES; de porte médio: uma de natureza pública; um Centro Federal de Educação Tecnológica – Cefet; e uma de natureza privada; um Centro Universitário; ambas localizadas na Região Nordeste do Brasil. A análise documental e a análise do discurso foram os recursos metodológicos utilizados para analisar os documentos institucionais relacionados à avaliação institucional; e as transcrições das entrevistas; realizadas com os membros das comissões próprias de avaliação de ambas as instituições. Utilizando o ciclo de políticas públicas (policy cycle); e a análise de implementação de políticas públicas como fundamentação teórica; procurou-se caracterizar o processo de implementação da política de avaliação em cada IES estudada. Os resultados deste estudo indicam diferenças nos processos de implementação do Sinaes nas duas IES; no que diz respeito ao nível de participação e envolvimento do corpo social da IES; ao modo de funcionamento da CPA; e à relação de poder e autonomia das comissões próprias de avaliação. A conclusão do estudo mostra que a natureza jurídica (pública ou privada) da IES é um fator que produz influência sobre a autonomia das comissões de avaliação e; por conseqüência; o Sinaes tende a produz mais efeitos sobre as IES particulares de pequeno porte; onde a autonomia das comissões é menor. Apesar disso; o Sinaes é uma política pública flexível o suficiente para permitir a utilização de modelos de avaliação bem diferentes uns dos outros; garantindo; assim o respeito à especificidade da IES.
     
    Baixar arquivo