Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  3.62 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Estudo “in vitro” da acurácia e da repetibilidade de odontometrias realizadas com três localizadores apicais eletrônicos
Autor:  
  Fábio Luiz Cunha D`Assunção   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  FESP/UPE/ODONTOLOGIA
Área Conhecimento  
  ODONTOLOGIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  3,119
Resumo  
  Este estudo avaliou, in vitro, a acurácia e a reprodutibilidade das odontometrias eletrônicas realizadas por três localizadores apicais eletrônicos (EALS): Root ZX-II, Mini Apex Locator e Novapex. Foram usados trinta e três dentes humanos permanentes, raízes retas, únicas, canais únicos e com ápices formados. A coroa e o conteúdo dos canais de cada espécime foram removidos. Foi usado o método da plataforma de medição com micrômetro digital que indicou a posição da ponta da lima com precisão de 0,001mm. Dois espécimes foram utilizados como controle positivo e negativo. A partir dos três aparelhos testados foram obtidas trinta e uma medidas eletrônicas no limite apical indicado em 0,5mm, sendo que houve uma repetição para cada uma delas, ou seja, sessenta e duas medidas eletrônicas para cada aparelho localizador apical, totalizando cento e oitenta e seis odontometrias eletrônicas. Após a última odontometria, para cada dente, o conjunto lima e espécime foi fixado e em seguida, foi obtida a respectiva distância real entre a ponta da lima e a constrição apical de cada dente por desgaste dos quatro milímetros apicais de cada espécime. Cada dente foi fotografado numa plataforma. As imagens foram projetadas numa tela plana de computador. Determinou-se as distâncias da ponta da lima à constrição apical utilizando-se o sistema Image Tool v. 1.28. As medidas foram dispostas em tabelas de freqüências e analisadas quanto ao grau de concordância, entre os métodos de odontometria eletrônica e visual. As médias de distância da lima para a constrição apical foram inferiores a &#61617, 0,10mm em cada aparelho. Todos os intervalos para cada par de aparelhos contiveram o valor zero, resultado este que indicou a não existência de diferença significante entre os pares de aparelhos, o valor de coeficiente de concordância foi 0,83 para o Root ZX-II e Mini Apex Locator, 0,88 para o Root ZX-II e Novapex e 0,99 para o Mini Apex Locator e o Novapex. Para avaliação da repetibilidade as médias foram no máximo iguais a 0,0942mm. Através do teste t de Student comprovou-se que houve diferença estatística entre os aparelhos e a constrição apical (p< 0.05). Os coeficientes de correlações foram bastante elevados e os coeficientes de concordância foram exatamente iguais a 1,00 em cada aparelho (repetibilidade bastante elevada em cada aparelho). Nos resultados comparativos entre os examinadores houve alta concordância. Concluiu-se que embora os três localizadores possuam uma alta repetibilidade das suas medidas, os três localizadores apicais eletrônicos não foram acurados em determinar o comprimento real do canal radicular próximo a constrição apical.
     
    Baixar arquivo