Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  11.38 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Avaliação do Desempenho de Camada Protetora em Concreto Submetido a Meio Quimicamente Agressivo
Autor:  
  Julio Gomes do Val   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFMG/CONSTRUÇÃO CIVIL
Área Conhecimento  
  ENGENHARIA CIVIL
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  227
Resumo  
  Este trabalho tem como objetivo avaliar o desempenho de um concreto com proteção epóxi submetido a meio agressivo ácido. Foi produzido um concreto com 35MPa; fator água cimento de 0;50 e aditivo polifuncional. O desempenho da tinta epóxi foi avaliado através da comparação entre um concreto protegido e um concreto sem proteção; antes e após serem submetidos a diferentes graus de agressividade. Foram realizados ensaios de resistência à compressão e de absorção d’água do concreto; por imersão de corpos de prova; assim como foram avaliadas as perdas de massas decorrentes do ataque químico por ácido sulfúrico em concentrações de 2;5 e 3;0%. Os resultados obtidos demonstram que os concretos sem proteção submetidos a ataque tiveram uma perda de resistência maior que 22%; e que com proteção houve uma menor perda de resistência. No que se refere à absorção; a variação foi da ordem de 6;6%; para o concreto sem proteção; e de 2;1%; para o concreto com proteção. As perdas de massa mostram que; para o concreto sem proteção; a perda é da ordem de 4;3%; enquanto que; para o concreto protegido; é de 2;1%. Além do ataque convencional; por imersão em ácido sulfúrico; foi feito um ataque intercalando-se imersão e secagem dos corpos de prova; que causou uma deterioração ao concreto consideravelmente maior que o primeiro. Também nesta segunda situação; o uso da proteção reduziu o impacto do contato com o ácido. A pesquisa realizada permite comprovar a eficiência da proteção epóxi em concretos submetidos a diferentes graus de agressividade.
     
    Baixar arquivo