Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.29 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Cultura organizacional e estilos de liderança no contexto pós-aquisição
Autor:  
  Aline de Fátima Chiaradia Valadão   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNITAU/GESTÃO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL
Área Conhecimento  
  ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL E URBANA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  351
Resumo  
  Existe um crescente interesse sobre o assunto Cultura Organizacional, na perspectiva de uma explicação para o possível sucesso de algumas organizações, ou de alguns insucessos que implicam em motivação e desempenho dos seus funcionários e líderes. Esta pesquisa teve como objetivo analisar o impacto da aquisição nos processos de liderança, assim como o papel da liderança na construção da cultura organizacional da empresa estudada. O estudo foi conduzido em uma empresa de autopeças, localizada no Sudeste do Brasil. Foi realizada uma pesquisa exploratória e descritiva, com abordagem quantitativa e qualitativa, com delineamento de estudo de caso, adotando-se como instrumentos questionário de diagnóstico de cultura organizacional com líderes e liderados, questionário de liderança com líderes e relatórios relativos a gestão de pessoas fornecidos pela empresa. A amostra foi composta por 111 gestores e 345 funcionários. Os dados na análise qualitativa foram tratados por meio de Análise de Conteúdo informatizada (software Alceste) e na etapa quantitativa, os dados foram tratados por meio do software Sphinx. Resultados apontaram que a Cultura Organizacional da empresa estudada classifica-se em suas dimensões como voltada a processos, que possui um sistema fechado e em contrapartida um controle fraco, porém tem equilíbrio quanto à definição de empresa voltada a tarefas e preocupada com pessoas. Tem funcionários que se vêem como parte da empresa e outros que se identificam com sua função, ou seja, tem equilíbrio na dimensão paroquial versus profissional e a empresa também é orientada quanto a seguir normas e diretrizes, não esquecendo a satisfação de seus clientes. Resultados revelaram ainda que embora os líderes estejam cientes do estilo de liderança (9/9) requerido pela empresa, ainda tentam se adaptar a este novo modelo, sendo que influenciam a Cultura Organizacional atual com seus conceitos, métodos de trabalho e condução de gestão conforme cultura anterior. Assim, conclui-se que o gerenciamento da cultura organizacional baseado nos valores atuais da organização corporativa da qual a unidade pólo pertence é um importante trabalho a ser desenvolvido.
     
    Baixar arquivo