Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  17.67 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  A violência nos estádios de futebol na perspectiva dos policiais militares de curitiba: um estudo de caso
Autor:  
  Alfredo Euclides Dias Netto   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UEPG/CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS
Área Conhecimento  
  INTERDISCIPLINAR
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  308
Resumo  
  Durante muitos anos; os eventos esportivos foram deixados de lado pelos cientistas sociais; no entanto; o esporte/futebol desponta como um dos maiores fenômenos sociais da atualidade; envolvendo em seus eventos públicos cada vez maiores; os quais se deixam levar pelas emoções; gerando inúmeros atos de violência. Neste contexto; têm-se vários estudos acerca da violência das torcidas organizadas nos estádios de futebol; entretanto esta pesquisa retoma a discussão sob um novo pris-ma; ou seja; sob o ponto de vista dos policiais militares. Estando o problema gerador deste estudo centrado na compreensão que os policiais militares envolvidos no con-flito entre as Torcidas Organizadas no Atletiba de outubro de 1999 possuem da vio-lência gerada pelas Torcidas Organizadas. Na construção da pesquisa foram utiliza-dos métodos próprios a uma pesquisa qualitativa de cunho exploratório. Para alcan-çar o objetivo proposto; inicialmente procurou-se entender o significado de violência; a violência no esporte e mais especificamente no futebol; e para isso foi realizada uma pesquisa bibliográfica. Em seguida; embasando no referencial teórico de Nor-bert Elias; levantaram-se categorias que pudessem sustentar a discussão com os dados coletados; no objetivo de chegar à compreensão que os policiais militares possuem sobre a violência das Torcidas Organizadas; sendo levantadas as seguin-tes categorias: psicogênese; sociogênese; poder; outsiders e o controle da violência. Buscando aprofundar a temática da violência das torcidas organizadas nos estádios de futebol foi realizado um estudo de caso sobre o clássico Atletiba (partida entre o Coritiba Foot Ball Club e o Clube Atlético Paranaense) realizado no dia dezessete de outubro de mil novecentos e noventa e nove; no estádio Major Antonio Couto Pe-reira; na cidade de Curitiba; jogo este considerado um dos mais violentos ocorridos no estado do Paraná. Para este estudo inicialmente buscou-se resgatar a história e origem das Torcidas Organizadas do Coritiba Foot Ball Club e do Clube Atlético Pa-ranaense e a legalidade da ação da Polícia Militar em praças desportivas (estádios); além de retratar sob as diferentes perspectivas os fatos de violência ocorrida neste clássico. Com base na teoria levantada realizaram-se entrevistas; semi-estruturadas; aplicadas a cinco policiais militares; que estavam trabalhando naquele jogo específi-co; com o objetivo de verificar a percepção que eles possuem acerca das categorias em relação ao ambiente descrito. Após análise dos dados concluiu-se que os polici-ais militares envolvidos neste estudo possuem conhecimento que são os represen-tantes estatais detentores do monopólio da violência; que possuem o conhecimento do uso da violência legal e do abuso; no entanto em certos confrontos acabam se excedendo; e que possuem um conceito sobre as Torcidas Organizadas; vendo-os como baderneiros; arruaceiros; pessoas que vão aos estádios com o objetivo de provocar tumultos; brigas; sendo muitas vezes a favor da extinção dessas torcidas.
     
    Baixar arquivo