Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  14.94 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Da informação ao conhecimento: cotidiano, lugar e paisagem na significação das aprendizagens geográficas na educação básica
Autor:  
  Adriana Maria Andreis   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNIJUÍ/EDUCAÇÃO NAS CIÊNCIAS
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  354
Resumo  
  Esta dissertação é resultado de uma pesquisa que buscou refletir sobre os conhecimentos estruturados pelos estudantes de Geografia na Educação Básica. Para tanto, considera categorias espaciais significativas, cotidiano, lugar e paisagem e conceitos geográficos prospectivos, orientação, escala e representação. Inicialmente apresenta uma análise sobre a relevância dessa disciplina como educação geográfica e discute as possibilidades de compreender o mundo, as relações e distinções entre o saber científico e o conteúdo escolar, a confrontação entre o que é conhecimento e o que é informação para a Geografia, e as categorias e conceitos espaciais. Apresenta no segundo capítulo um debate baseado em Vigotski sobre possibilidades envolvidas nos processos de aprender Geografia nesse nível escolar. Nesta perspectiva considera os conceitos cotidianos e científicos e as formas superiores de pensamento. Essas reflexões fundamentam a pesquisa de campo realizada em uma turma de terceiro ano do Ensino Médio que depreende uma leitura do que se aprende em Geografia após mais de dez anos tendo contato semanal com aulas nessa área do conhecimento. Os estudantes responderam à pergunta “O que é Geografia?” sob a forma de um desenho. Esta metodologia de buscar obter a resposta por meio de imagem visou à percepção de indícios das representações importantes que foram sendo construídas pelos estudantes. A análise mostrada aproxima-se da metodologia indicial por evidenciar elementos relevantes para pensar a significação das aprendizagens geográficas. Pode constituir-se esta dissertação como uma contribuição aos educadores para refletirem sobre a disciplina escolar Geografia e sobre as aprendizagens que se desenvolvem na escola e se constituem naqueles elementos que passarão a integrar as percepções e comportamentos na vida dos estudantes após o término da Educação Básica, independentemente dos rumos que seguirem. Os achados se constituem também em material para análise do significado dos conteúdos escolares, do significado de ensinar Geografia e do desenvolvimento de habilidades específicas e competência aos sujeitos no século 21.
     
    Baixar arquivo