Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2.37 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  O ensino de geografia e os estudantes/trabalhadores – uma análise a partir de experiência com eja em Sapiranga-RS
Autor:  
  Murilo Souto Alves   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFSM/GEOGRAFIA
Área Conhecimento  
  GEOCIÊNCIAS
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  519
Resumo  
  A organização das atividades de produção, em caráter histórico, possui diversas relações que influenciam na configuração sócio-espacial do mundo em que vivemos. Um dos grupos sociais mais interessados em compreender como tais relações de trabalho condicionam nossa condição social e espacial são os estudantes-trabalhadores da EJA (Educação para Jovens e Adultos), em especial os estudantes da EJA da Escola Dr. Décio Gomes Pereira, da cidade de Sapiranga-RS, que formam o público alvo deste trabalho. O ensino de Geografia atuante, voltado para este grupo de pessoas, pode auxiliar a desvelar e contextualizar tais relações contribuindo para a formação de cidadãos conscientes da sua realidade sócio-espacial. Para tanto, fez-se necessário realizar extensa pesquisa teórica acerca do trabalho e o tempo-espaço, os fatores econômicos e a globalização, histórico das condições de trabalho e do trabalhador, caracterização da cidade de Sapiranga-RS com o intuito de observar como a caracterização das relações de trabalho configurou e continua transformando o espaço e a condição social local e, ainda, as conexões existentes entre o trabalho, a educação e o ensino de Geografia através de conceitos e métodos. Tais passos foram seguidos para que fosse possível elaborar um programa curricular e atividades que aproximassem o ensino de Geografia da realidade dos alunos. A aplicação e descrição das atividades demonstram as trocas de experiências e conhecimento entre professor e estudantes ocorridas durante as aulas, indo além dos bancos escolares, influenciando no modo de pensar, observar e interpretar o mundo em que vivemos. Essa reciprocidade trouxe benefícios para a relação ensino/aprendizagem nas aulas de Geografia aos grupos de estudantes/trabalhadores da EJA, aproximando o conhecimento geográfico do cotidiano desses estudantes.
     
    Baixar arquivo