Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  797.99 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Gestão ambiental e avaliação da sustentabilidade por meio das Práticas de P+L baseado nos indicadores do BSC - Balanced Scorecard
Autor:  
  Dulce Lubenow Delavy   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNISC/TECNOLOGIA AMBIENTAL
Área Conhecimento  
  ENGENHARIA SANITÁRIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  391
Resumo  
  Este trabalho avaliou os processos produtivos de uma indústria de aramados localizada na Serra Gaúcha utilizando indicadores de desempenho através das ferramentas BSC – Balanced Scorecard, Gerenciamento de Aspectos e Impacto Ambiental – GAIA, Índice de Eficiência do Fluxo de Massa - IEFM e Sistema de Avaliação de Processos Ambientais – SAAP, os quais proporcionaram índices de sustentabilidade da unidade produtiva. Sendo a Produção mais Limpa P+L o viés da mitigação, pois ela evidência a aplicação contínua de uma estratégia econômica, ambiental e tecnológica integrando os processos e produtos para aumentar a eficiência no uso de matérias-primas, de recursos naturais não renováveis, e também, na redução de resíduos. Pela metodologia implementada através do GAIA e BSC evidenciou-se um Índice de Sustentabilidade de 66%, o qual segundo Lerípio (2000) é considerado adequado; Por este fator o mapa estratégico possibilitou ações de conceder uma melhora continua e um diferencial competitivo. Os indicadores quantitativos do IEFM e SAAP revelaram impactos eutrofizantes como os principais impactos ambientais da atividade produtiva. Sugestões de P+L envolvem medidas de curto prazo como alteração da programação do tamanho do lote de produção; como ações de longo prazo, criando uma cultura conscientizadora em produzir e consumir produtos com um histórico de sustentabilidade.
     
    Baixar arquivo