Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  4.63 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Caracterização biológico-comportamental de Podisus nigrispinus (dallas, 1851) predando Plutella xylostella (l., 1758)
Autor:  
  Alessandra Marieli Vacari   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNESP/JAB/AGRONOMIA (ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA)
Área Conhecimento  
  AGRONOMIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  178
Resumo  
  O objetivo deste trabalho foi efetuar a caracterização biológico-comportamental de Podisus nigrispinus alimentado com lagartas e pupas de Plutella xylostella, com o intuito de aumentar os conhecimentos dessa interação predador-presa para que, no futuro, se possa estabelecer um programa de controle biológico para a traça-das-crucíferas. Os experimentos foram conduzidos em sala climatizada a 25±1°C, umidade relativa de 70±10% e fotofase de 12 horas. Foram verificados aspectos biológicos de P. nigrispinus, elaboradas tabelas de vida de fertilidade e de esperança, verificada a preferência de alimentação entre as diferentes fases de desenvolvimento da presa (larvas ou pupas) e o comportamento de predação em função de diferentes densidades de presas (larvas e pupas). Os dados biológicos obtidos indicaram que larvas e pupas de P. xylostella foram presas adequadas para o desenvolvimento dos predadores. Larvas e pupas de P. xylostella proporcionaram bom desempenho reprodutivo e alta longevidade de fêmeas do predador. Os predadores preferiram consumir larvas a pupas de P. xylostella. P. nigrispinus apresentou resposta funcional do tipo II quando consumiu larvas e pupas da traça-das-crucíferas e apresentou maior consumo de presas principalmente nas maiores densidades. Essas informações indicam que P. nigrispinus possui potencial como agente de controle de P. xylostella e que novos estudos podem ser realizados em casa de vegetação e em campo para que, no futuro, esse inimigo natural possa ser utilizado em programas de controle biológico em culturas de brassicáceas.
     
    Baixar arquivo