Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  5.00 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Pedagogia das emoções: uma compreensão da dimensão emocional da Educação Profissional de jovens e adultos
Autor:  
  Gláuria Janaina dos Santos   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFBA/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  750
Resumo  
  Esta pesquisa se propõe em sua natureza polilógica, suscitar à consciência coletiva acadêmica a dimensão emocional como categoria fundante do processo educativo. É passo leve sem grandes pretensões, pois o tema já está sendo discutido nos últimos anos. A proposta que se apresenta de forma mais contundente, é a possibilidade de se pensar a emoção sob um viés que vai além das vias de percepção da emoção como uma categoria que gera o fracasso escolar. Esta perspectiva visa instituir um olhar para a emoção, ou as emoções, fundamentadas no espaço social, que podem ser vistas, criadas e ressignificadas e que, sobretudo, se bem desenvolvidas podem criar nos indivíduos um sentimento de pertença e adequação, fundamentais para a sua constituição como partícipe em uma comunidade. A análise da dimensão emocional está fundamentada em um eixo denominado EU-OUTRO-NÓS. Este eixo está embasado pelos estudos de Jiddu Krishnamurti, Humberto Maturana, Edgar Morin e Norbert Elias, que em uma dinâmica dialógica nos orientam à compreensão do eixo proposto a partir das respectivas categorias: autoconhecimento, aceitação, conexão, distanciamento, dando origem a uma categoria de análise que foi denominada de autoconhecer-aceitar-conectar-distanciar. Apesquisa tem cunho qualitativo e está dividida em duas etapas, sendo a primeira de base bibliográfica e a segunda de compreensão em campo com os indivíduos escolhidos para a análise. Foram utilizados como instrumentos da coleta de dados a entrevista semi-estruturada e as histórias de vida. A análise tomou como suporte metodológico as concepções da multirreferencialidade e da epistemologia da complexidade e analisou, sob essa perspectiva, a Educação de Jovens e Adultos, considerando ser esse um grupo ainda pouco valorizado e constantemente alijado do processo de construção do conhecimento fundamentado em teorias que valorizem o modo peculiar de serem educados, tendo em vista que são indivíduos que trazem consigo, para dentro do ambiente escolar, uma bagagem de experiências e vivências tanto pessoais quanto profissionais.
     
    Baixar arquivo