Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  341.41 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  detecção e similaridade genética de Streptococcus mutans pela reação em cadeia da polimerase (PCR) nos pares mães-filhos dos centros municipais de educaçãoo infantil de Londrina-PR
Autor:  
  Flávio José Sambatti Pieralisi   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNOPAR/ODONTOLOGIA
Área Conhecimento  
  ODONTOLOGIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2006
Acessos:  
  234
Resumo  
  A doença cárie é tida como infecciosa e transmissível e o Streptococcus mutans (Sm) é considerado seu principal agente etiológico. A reação em cadeia da polimerase (PCR) é apontada como sendo uma forma rápida e precisa para sua identificação. Este estudo objetivou-se a detectar a presença de Streptococcus mutans e a similaridade genética deste microrganismo em crianças de 4 e 5 anos matriculadas nos centros municipais de educação infantil (CEMEIs) de Londrina-PR e suas respectivas mães. Assim como avaliar a experiência de cárie e o padrão de higiene bucal além de verificar a existência de associação entre as variáveis biológicas, sociais e demográficas nestes pares. As condições bucais foram avaliadas pelo levantamento da prevalência de cárie, seguindo critérios da Organização Mundial de Saúde, pelo índice de higiene oral simplificado, pela utilização do índice de placa O'Leary, e os testes de detecção e similaridade foram feitos através de PCR específica para o gene spaP e AP-PCR, respectivamente. Baixo índice de ceo-d foi observado na maioria das crianças - 2,09 (3,21), o índice de placa O´Leary médio apresentado pelas crianças foi alto - 48,26 (18,69), as mães apresentaram altos índices de CPO-D e higiene oral precária, em 50% das crianças e 23,2% das mães foi detectada a presença de Streptococcus mutans, houve associação positiva estatisticamente significante entre as variáveis de estudo das mães: severidade de cárie, índice de higiene, idade materna, renda familiar e escolaridade materna, houve associação negativa estatisticamente significante entre as variáveis de estudo das crianças: índice de placa, severidade de cárie, renda familiar e escolaridade materna, verificou-se uma tendência à transmissão horizontal de genótipos de Sm entre as crianças (60%). Esses achados provavelmente facilitarão o desenvolvimento de estratégias clínicas para a prevenção ou diminuição da infecção de crianças por esse microrganismo, reduzindo, então, a prevalência de cárie dentária.
     
    Baixar arquivo