Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  935.82 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Se não me falha a memória, del otro lado de Rivadavia, eu conheci esse cantor... A narrativa estilhaçada em Assim na Terra, de Luiz Sérgio Metz
Autor:  
  Cláudia Lorena Vouto da Fonseca   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFRGS/LETRAS
Área Conhecimento  
  LETRAS
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  90
Resumo  
  A intertextualidade é uma das características mais marcantes da produção literária contemporânea e; como procedimento; revela-se indispensável para a investigação das relações dialógicas entre textos. Este estudo analisa como se dá a relação entre textos; o jogo intertextual em Assim na terra; de Luiz Sérgio Metz; e como as relações que se estabelecem entre esses textos estruturam essa narrativa; a qual se constitui a partir do fragmento; da referência e da citação; em suma; da Biblioteca. O ponto de partida é a própria noção de Intertextualidade. Retraçamos seu percurso; desde os estudos pioneiros de Mikhail Bakhtin até a contemporaneidade; com Tiphaine Samoyault. O segundo momento deste trabalho é o da análise propriamente dita. Inserimos o autor na linhagem dos autores-críticos; ou seja; aqueles que produziram literatura ao mesmo tempo em que pensaram as questões relativas ao fazer literário. Após; explicitamos as relações estabelecidas pelo autor com seus modelos: Jorge Luis Borges; T.S.Eliot; Vicente Huidobro; Stéphane Mallarmé; Octávio Paz e Aureliano de Figueiredo Pinto. Este último; a motivação do autor para a produção da obra; que empresta o projeto particular de Jorge Luis Borges na empresa a que este se lançou; no intuito de se estabelecer uma filiação literária; tendo Evaristo Carriego como origem. Encerramos nosso estudo; concluindo que a abordagem pelo viés da criação literária valoriza a obra; inserindo-a no cânone da literatura sem fronteiras; pois que ela realiza plenamente; a partir de uma intertextualidade generalizada; a ressimbolização; não apenas de um imaginário regional; mas a de textos e autores da literatura universal
     
    Baixar arquivo