Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  928.18 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  As representações sociais dos professores e alunos sobre a relação ensino e aprendizagem em educação a distância na unitins
Autor:  
  Raquel Castilho Souza   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNB/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  601
Resumo  
  A Educação a Distância, considerada uma modalidade de ensino contemporânea, é alvo de muitas discussões teóricas e metodológicas. Ganhou visibilidade no âmbito educacional por oportunizar formação a muitos cidadãos de modo democrático, devido à acessibilidade proporcionada por ela. Este estudo buscou analisar as representações sociais dos professores e dos alunos sobre a relação ensino e aprendizagem na modalidade de Educação a Distância da UNITINS – Turma 2006/1 do curso de graduação em Pedagogia. Visou identificar o significado dessas representações nos desempenhos dos alunos e nas práticas educativas e verificar se há uma aprendizagem significativa nessa modalidade. Esta pesquisa constitui-se em um Estudo de Caso com caráter exploratório e caracteriza-se por ser qualitativa e quantitativa pautada no aporte teórico das representações sociais. Participaram do estudo dezenove professores e noventa alunos do sétimo período do curso de Pedagogia EaD – Turma 2006/1 da Fundação Universidade do Tocantins. As estratégias metodológicas empregadas na coleta de dados foram a técnica de associação livre por meio do instrumento de complementação de frases, para os alunos, um questionário com perguntas abertas e fechadas e uma entrevista semiestruturada, para alunos e professores. Utilizou-se o programa Evoc para a organização dos dados do instrumento de complementação de frases. O questionário com perguntas abertas e fechadas foi analisado de duas formas. As questões fechadas foram apresentadas de forma quantitativa. Os dados foram codificados e tabulados estatisticamente. As questões abertas foram tratadas de forma qualitativa por meio de uma adaptação da técnica de análise de conteúdo de Bardin. Já as entrevistas foram analisadas de acordo com os critérios das questões abertas dos questionários. Os dados coletados nas entrevistas possibilitaram um aprofundamento da análise do conteúdo a partir das narrativas dos sujeitos e permitiram identificar os significados das representações sociais sobre o objeto de estudo. A partir dos resultados obtidos, constatou-se, de modo geral, que as representações sociais de ambos os grupos têm uma estrutura da qual participam elementos positivos e negativos com relação ao objeto de pesquisa investigado. Tal fato indica que há contradições na percepção dos alunos e dos professores a respeito do que, de fato, a EaD proporciona aos seus sujeitos. Identificou-se que as representações sociais dos professores e dos alunos participantes desta pesquisa com relação ao ensino e à aprendizagem na modalidade EaD da UNITINS, estão ancoradas ao modelo de ensino tradicional. Evidenciou-se assim, a necessidade de uma desmistificação dos paradigmas sobre a EaD que ainda se encontram presentes na representação social dos alunos e dos professores.
     
    Baixar arquivo